Especial “Aliens Week” no Canal História

image002

image002

 

 

De 19 a 25 de Fevereiro, sempre pelas 23:25, o canal História vai apresentar um especial de programação dedicada à investigação científica e rigorosa de acontecimentos únicos que ainda continuam a ser um mistério, para tentar dar resposta a uma pergunta: estamos sozinhos?

 

 

 

Em “Aliens Week” os espectadores poderão assistir a uma procura histórica por todo o planeta para descobrir histórias únicas e surpreendentes que serão contadas com o apoio da mais recente tecnologia e de especialistas que vão tentar esclarecer e explicar alguns acontecimentos que ainda continuam a ser um mistério.

 

 

 

Programação a ser exibida no especial “Aliens Week”:

 

 

Conspiração Alien (dia 19 de Fevereiro às 24:05): Nos 70 anos que passaram desde o famoso acidente com um OVNI em Roswell, tem havido muitas histórias e teorias em redor do fenómeno alienígena e o suposto encobrimento do Governo. Este especial analisa os mais famosos, assim como os menos conhecidos, relatórios sobre OVNIs que alguns acreditam ter sido escondidos propositadamente do público.

Alienígenas (de 19 a 25 de Fevereiro, sempre pelas 23:25): Giorgio Tsoukalos, um teórico dos Astronautas Antigos, analisa algumas das provas mais interessantes, encontradas por todo o globo, para sustentar a teoria de que os extraterrestres visitaram a Terra num passado longínquo. No mundo inteiro, estruturas ancestrais, gravuras, desenhos e textos sugerem que o homem pré-histórico teve contacto com seres vindos do céu. Será que é verdade? Os teóricos dos Astronautas Antigos dizem que sim.

 

 

 

Os registos Akáshicos (dia 19 de Fevereiro às 23:25): Mais de sete mil milhões estão ligados à Nuvem, um banco de dados aparentemente infinito partilhado através das ondas eletromagnéticas que nos rodeiam. Mas será esta invenção moderna apenas uma redescoberta de uma tecnologia utilizada pelos nossos antepassados longínquos? Ao longo da História, sempre houve profetas e visionários que afirmavam ter acesso telepático a conhecimentos e dados que acabariam por estabelecer o rumo da História da Humanidade. Mas, a ser verdade, de onde lhes vêm essas visões? Segundo as mitologias ancestrais, há um repositório universal de informação: os Registos Akáshicos. Embora a maior parte dos estudiosos os relegue para o plano mitológico, recentes descobertas científicas abriram a possibilidade de tal repositório existir e ser acessível à mente humana.

 

 

Vozes dos Deuses (dia 20 de Fevereiro às 23:25): Os textos indianos em sânscrito estão repletos de histórias incríveis sobre tecnologias avançadas na Antiguidade. Técnicas de construção altamente complexas, lobotomia, engenhos voadores e até física nuclear, tudo é descrito com inquietante precisão. Os académicos hindus atribuem estes conhecimentos a um tempo em que os “deuses” caminhavam entre nós, uma época dourada do conhecimento, para a Humanidade. Poderá esse período referir-se a uma era em que os extraterrestres habitaram o nosso planeta? Giorgio A. Tsoukalos viaja até à Índia, para analisar melhor os textos em sânscrito, bem como as estruturas e as tecnologias que resistiram à passagem do Tempo. Desde um templo que inexplicavelmente sobreviveu a um forte terramoto a indícios de lobotomias ancestrais, passando por instruções para máquinas voadoras avançadas, Giorgio estuda e põe à prova os conhecimentos sagrados que se diz terem origem direta nas vozes dos deuses. E, segundo o conceituado arqueólogo indiano Arun K. Sharma, esses deuses e textos ancestrais não são mero folclore. Muitos creem tratar-se de uma prova autêntica das nossas origens extraterrestres.

A experiência animal (dia 21 de Fevereiro às 23:25): Imaginamos os extraterrestres quase sempre como humanoides, mas será esse um conceito egocêntrico? Poderá a vida alienígena inteligente ser muito diferente de nós, e alguns extraterrestres parecerem-se mais com outros animais? E será possível que muitos dos animais do nosso planeta tenham origem alienígena? Analisando as culturas da Antiguidade, apercebemo-nos de que quase todas veneravam certos animais e retratavam os seus deuses com traços animais. Dos épicos indianos em sânscrito constam deuses sob a forma de elefantes, macacos e serpentes. Os Sumérios retratavam deuses com cabeça e asas de pássaro. E, no Egito, não só representavam muitos dos seus deuses com caraterísticas animais, como até mumificavam os seus animais, sendo que já foram encontrados mais de 70 milhões de exemplares. Haverá uma relação entre algumas das criaturas terrestres e visitantes extraterrestres? E, se assim for, o que significa isso para a Humanidade?

 

 

 

A Alma (dia 22 de Fevereiro às 23:25): Em todo o mundo, mais de 1,5 mil milhões acreditam na reencarnação, a crença de que uma alma pode renascer noutro corpo, após a morte. Algumas das maiores universidades do mundo têm departamentos dedicados a investigar a reencarnação e, segundo os seus estudos, há cada vez mais indícios que sugerem haver pessoas com a capacidade de recordar vividamente vidas passadas. Os defensores da teoria dos Astronautas Ancestrais sugerem não só que a reencarnação existe, mas que os nossos antepassados extraterrestres conceberam o corpo humano especificamente como veículo para entidades alienígenas. Líderes mundiais como o Dalai Lama, ou mesmo Saddam Hussein, afirmam ser reencarnações de poderosas figuras do passado, figuras com ligações extraterrestres. Se a alma de facto se recicla através de vários corpos, será apenas uma continuação natural da vida, ou poderá esse processo ter como fim um objectivo mais grandioso… que vá além do nosso planeta?

Uma nave de pedra (dia 23 de Fevereiro às 23:25): Em Honshu, no Japão, fica um dos templos mais antigos e sagrados do país, o megálito Ishi-no-Hoden. Esculpido numa única pedra e com cerca de 500 toneladas, parece pairar sobre um tanque de água, e, segundo a lenda, foi construído em representação de uma nave em pedra que os Antigos viram descer do céu. Ishi-no-Hoden é apenas uma de inúmeras estruturas megalíticas no Japão, em honra de uma época em que os deuses, ou talvez seres extraterrestres, desciam à Terra. Textos centenários descrevem em pormenorizados diagramas estranhos veículos no céu e na costa, e imagens de satélite de Marte revelaram estruturas em forma de fechadura idênticas a alguns dos túmulos mais antigos do Japão. Poderá o país ser de origem extraterrestre, e a recente vaga de avistamentos de OVNI trazer pistas de que o Japão seja a chave para a Humanidade voltar a abraçar o seu passado extraterrestre?

 

 

 

Discos Alienígenas (24 de Fevereiro às 23:25): Foram encontrados centenas de estranhos discos numa gruta na China. Parecem contar a história de um acidente extraterrestre ancestral. Pouco depois da descoberta desses artefactos, os discos foram confiscados pelo Governo chinês e considerados um embuste. Mas serão? Muitos folclores ancestrais referem misteriosos artefactos de forma discal com poderes extraordinários. Os Babilónios tinham um disco que representava a sua divindade mais poderosa. O líder inca Pachacuti atribuía a sua ascensão a um disco divino caído do céu. E há séculos que os caçadores de tesouros procuram o famoso “Disco Solar” escondido dos Conquistadores que saquearam o Peru. Os defensores da teoria dos Astronautas Ancestrais aventam que esses discos eram mais do que objetos sagrados, e representam uma espécie de tecnologia extraterrestre.

 

 

 

O Regresso a Göbekli Tepe (dia 25 de Fevereiro às 23:25): Este sítio arqueológico desafia tudo aquilo em que os arqueólogos modernos acreditam sobre o nosso passado. O complexo megalítico foi construído há mais de 12 mil anos, 6.500 anos antes de Stonehenge, e 5.000 antes de a primeira civilização conhecida surgir na Mesopotâmia. A corrente dominante defende que, à época, os humanos não passavam de simples caçadores-recoletores, mas, a ser verdade, como poderiam ter construído estruturas tão incríveis? Teriam tido ajuda de uma civilização mais avançada, talvez extraterrestre? Segundo os defensores da teoria dos Astronautas Ancestrais, o local é indício evidente de uma civilização perdida de cujos sobreviventes poderão ter construído o complexo para preservar informação importante sobre visitantes extraterrestres. Proporcionará o local pistas sobre o nosso passado alienígena que os Antigos se sentiram obrigados a deixar às gerações futuras?

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Notícia publicada a 12/02/2018


About the author /


Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

_