Lisboa abre o seu “coração” aos migrantes

mercado das culturas

mercado das culturas

 

 

No dia 18 de Dezembro, Dia Internacional dos Migrantes, o Mercado das  Culturas, em Arroios, vai o evento “Da hostilidade à hospitalidade”. Esta mesa vai contar com a presença do Pe. Vasco Pinto Magalhães, do Dr. Paulo Almeida Sande e da Dra. Paula Guimarães (GRACE/Fundação Montepio).

 

 

 

Este evento, organizado pelo Serviço Jesuíta aos Refugiados (JRS), pretende apelar à sensibilização e à promoção da hospitalidade dos migrantes, rejeitando discursos que inflamem qualquer hostilidade em relação aos mesmos.

 

 

 

A principal mensagem que se pretende transmitir é o combate a qualquer entrave face à  diferença e sublinhar o lado positivo de acolher outras culturas, que abraçam novas histórias,  capacidades, energias e aspirações.

 

 

 

Para André Costa Jorge, Director do JRS (Serviço Jesuíta aos Refugiados) a “hostilidade e hospitalidade são dois conceitos foneticamente semelhantes, mas que não podiam ser mais antitéticos. As constantes violações dos direitos humanos face aos migrantes levam-me, enquanto responsável pelo Serviço Jesuíta aos Refugiados, a fazer uma breve reflexão sobre a hostilidade exercida sobre estas pessoas e, em oposição, sobre a importância de trazer para o espaço público a ideia da hospitalidade como valor fundamental a defender e a colocar em acção nas nossas sociedades”.

 

 

 

Esta palestra vai acontecer no dia 18 de Dezembro, no Mercado das  Culturas, em Arroios.

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Notícia publicada a 07/12/2017


About the author /


Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

_