Ministra do Mar anunciou investimentos de 36 milhões de euros em Viana do Castelo

ABELO_1098

ABELO_1098

 

Ana Paula Vitorino, Ministra do Mar, apresentou a “Estratégia para o Aumento da Competitividade do Porto de Viana do Castelo”. Este plano visa aumentar a competitividade dos portos e, para tal, prevê um investimento de 36 milhões a realizar nos próximos dois anos para aprofundar o canal de navegação e melhorar os acessos rodoviários ao porto de mar.

 

 

O investimento no aprofundamento do canal de acesso e a nova doca seca servirão para receber navios de maior dimensão e potenciar a criação de um cluster competitivo na indústria naval portuguesa, aumentando a competitividade do porto de Viana do Castelo.

 

 

Para a Ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, estes investimentos vão trazer melhores acessibilidades marítimas ao porto, melhorar a ligação rodoviária ao porto comercial e incrementar uma actividade económica mais eficaz.

 

 

No investimento de aprofundamento do anteporto e canal de navegação, os impactos esperados são um aumento do Valor Acrescentado Bruto de mais noventa milhões de euros, o aumento de emprego com 400 novos postos de trabalho, o incremento da actividade anual do estaleiro, a atracção do investimento privado a atingir os 11 milhões de euros com a nova doca seca e a melhoria das condições de acesso ao Cais do Bugio.

 

 

Já para a melhoria dos acessos rodoviários, está previsto um investimento público de 9.5 milhões de euros para melhorar a acessibilidade rodoviária ao porto comercial de Viana, reforçando a sua competitividade e alargando o interland.

 

 

Trata-se uma ligação de 8.8 quilómetros do porto à A28, com duas faixas de rodagem de 3.5 metros de largura. Esta empreitada vai aproveitar a EN13/3, para além da construção de dois troços de ligação da EN13/3 à A28 e à EN13-5/Porto Comercial.

 

 

Aqui, os impactos esperados são a atracção de novas actividades económicas para a área de influência do porto, a redução dos custos operacionais (tempos de ligação rodoviária do porto aos principais polos geradores), a redução do ruído e emissão de gases poluentes, o aumento da segurança de circulação e a diminuição da sinistralidade rodoviária. Para além do descongestionamento da circulação rodoviária.

 

 

Na sessão onde foi anunciada a disponibilização destas verbas por parte do governo, o Presidente da Câmara Municipal, José Maria Costa, disse que o dia marcou o início de obras fundamentais e antigas reivindicações da autarquia, razão pela qual classifico-a como uma data histórica para Viana do Castelo.

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Notícia publicada a 26/01/2017

Tagged with:     ,

About the author /


Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

_