Presépio Tradicional Português em Santiago do Cacém

presepio

presepio

 

 

 

O Presépio Tradicional Português em Santiago do Cacém vai ser inaugurado hoje, às 21:30, e poderá ser visto até ao dia 07 de Janeiro no Quartel Velho dos Bombeiros. Ao longo de um mês este local vai receber conferências, visitas guiadas, concertos e outras iniciativas que visam dar a conhecer a arte dos Presépios. A arte do presépio português está, segundo o Centro Unesco de Arquitectura e Arte (UCART), corre o risco de acabar.

 

 

Isto porque os presépios estão a ficar cada vez mais descaracterizados, tornando-os produtos comerciais descartáveis.

 

 

O Presépio Português faz parte de uma rica tradição europeia, mas tem personalidade própria, em que marcam presença as cenografias baseadas em paisagens naturais, a multiplicação de cenas da vida rural e urbana, a alternância de escalas e o destaque conferido à Sagrada Família, que é o seu epicentro“, salienta José António Falcão, responsável do UCART.

 

 

 

Assegurar o futuro desta arte e transmitir os seus preceitos aos mais novos são os principais objectivos desta iniciativa. Este presépio comunitário, que teve sob orientação do arquitecto Ricardo Pereira, da conservadora-restauradora Sara Fonseca e da pintora Raquel Ventura, foi trabalhado por meia centena de pessoas, entre miúdos e graúdos. Esta equipa recolheu pedaços de cortiça, troncos, bolotas e ervas aromáticas nas matas litorais, tendo o cuidado de preservar espécies protegidas; outra concebeu a estrutura de base, ergueu a sua “alma”, usando cadeiras e mesas, que foram forrados com papéis coloridos.

 

 

A montagem deste presépio, que foi um acto comunitário, símbolizou cada um dos elementos desta escola presepística, que se transmitem, de geração para geração.

 

 

O antigo bombeiro e carpinteiro reformado, Alfredo Sobral, não consegue ocultar por ver de novo o edifício de portas abertas. “Gosto de ver assim este espaço, cheio de gente nova; no meu tempo, foi uma escola de vida“. Natália Caeiro, a presidente da Associação de Bombeiros Mistos, refere que: “É uma honra que o Centro UNESCO tenha escolhido o nosso quartel velho para as suas actividades, queremos todos dar um contributo para a revalorização do Presépio Português“.

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Notícia publicada a 07/12/2017


About the author /


Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

_