As reclamações sobre o Correio Expresso aumentam

dhl

 

 

O Portal da Queixa tem recebido cada vez mais reclamações sobre empresas de entregas de encomendas. As reclamações dos utentes em relação ao Correio Expresso aumentaram em 212% e devem-se, especialmente, a atrasos, extravios e retenção de encomendas.

 

 

 

Desde o início de outubro até hoje, verificou-se um aumento de 212% no número de reclamações, dirigidas às empresas que efetuam o transporte das encomendas, do vendedor até ao comprador, face ao período homólogo de 2016. Este volume de 2.165 reclamações em apenas 2 meses e meio, deve-se na sua grande maioria ao atraso na entrega das encomendas, a falta de apoio ao cliente, entregas falhadas, dificuldades de contacto e a entrega danificada“, explica o Portal da Queixa.

 

 

 

Para Pedro Lourenço, CEO & Founder do Portal da Queixa, este aumento das queixas em relação às empresas de Correio Expresso acontecem devido “a alteração do comportamento do actual consumidor (cada vez mais adepto das compras online), e com o facto de as empresas de correio expresso não estarem preparadas para um aumento de compras através da internet, realidades manifestamente evidentes na Black Friday (final de Novembro) e na própria época do Natal“. “Embora a maioria das empresas de correio expresso não seja contratada pelo cliente final, pois são um serviço pago pelo vendedor, numa economia digital como a actual, elas tornaram-se intermediários fundamentais para que o comércio online cresça com a fluidez e confiança necessária por parte dos consumidores portugueses“, conclui.

 

 

 

Se os CTT (que estão num processo de reestruturação e a fechar algumas lojas), a GLS e a Chronopost são as empresas que recebem o maior número de reclamações, a Nacex, Go Express e a Fedex são aqueles que têm um maior Índice de Satisfação, que é o resultado do tratamento e resolução das reclamações apresentadas.

 

Ranking por número de reclamações da categoria Correio Expresso, desde outubro de 2017:

CTT 964
GLS 257
Chronopost 173
Seur 152
MRW 88
DHL 37
Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Notícia publicada a 04/01/2018


About the author /


Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

_