RTP, uma estação aberta a todos!

rtp

rtp

 

 

A RTP apresentou no fim da tarde desta terça-feira, dia 05 de Setembro, a programação para esta rentrée televisiva.

 

 

 

O MAAT (Museu de Arte, Arquitectura e Tecnologia) e o Tejo serviram de cenário para esta apresentação que contou com vários rostos do canal, tanto nas áreas de entretenimento, jornalismo ou informação.

 

 

 

A condução deste evento ficou a cargo da dupla Inês Lopes Gonçalves e Eduardo Madeira, que voltou à antena com uma nova temporada dos “Donos disto tudo”.

 

 

 

A RTP é a televisão de todos e para todos“. Foi desta forma que Eduardo Madeira começou a apresentação da nova grelha de programas da RTP.

 

 

 

Nesta grelha, para além da ficção e do entretenimento, os documentários são uma das apostas que poderão ser vistas na televisão dos portugueses.

 

 

 

Manter a diversidade é uma marca nossa“, explica Gonçalo Reis, presidente do Conselho de Administração da RTP.

 

 

 

Os documentários, que vão ser uma das pedras basilares da nova programação da RTP, poderão ser vistos nos vários canais que compõem o universo RTP. “É um género muito nobre para apostar“, diz Gonçalo Reis sobre a aposta nos documentários.

 

 

 

“Marte” (série documental de seis episódios), “Rosas de Ermera”, “Cruzeiro Seixas”, “Vasco Gonçalves: O General no seu labirinto” (estreia no dia 19 de Setembro, pelas 23:30, na RTP2), “Goodbye Aleppo”, “Women Of Freedom”, “História a História – África” (estreia no dia 15 de Outubro na RTP2), “A História de Deus” (segunda temporada) e “2077” (realizado por uma produtora portuguesa) são alguns dos documentários que poderá ver.

 

 

 

No que toca à ficção, as séries continuam a ser uma grande da estação pública. No que toca à ficção estrangeira, a RTP vai estrear: “Happy Valley” (15 de Setembro, às 23:15, na RTP1), “Vitória” (segunda temporada) e “Gerente da Noite” (já estreou na RTP2″). Para além destas produções, que tem como ponto comum serem todas de origem Europeia, a RTP também garantiu todas as temporadas de “Homeland”, produção americana vencedora de vários prémios.

 

 

 

Nós temos tentado colocar em antena especialmente séries europeias“, conta Daniel Deusdado, responsável pelos conteúdos da RTP. O canal público tem vindo a apostar cada vez mais na produção nacional.

 

 

 

No que toca à ficção nacional, a RTP vai apresentar cinco séries até ao fim deste ano. Em dois anos, o canal público já produziu 17 séries.

 

 

 

Tem havido uma melhoria de série para série e uma nova ambição“, conta Nuno Artur Silva, membro do Conselho de Administração, que acredita que em breve vão existir produtores especializados em séries.

 

 

 

A primeira das séries a estrear é “País Irmão”. Há um escândalo quase a ser revelado e o governo português está bem nervoso. A Ministra da Cultura (Margarida Marinho) e a sua equipa têm uma ideia algo louca mas que até poderá funcionar. Vão produzir em conjunto com o Brasil a mais incrível novela de todos os tempos e que vai acabar por distrair o público do verdadeiro problema. É desta forma que começa “País Irmão”, onde a realidade é bem mais estranha que a ficção.

 

 

 

O João Tordo, Hugo Gonçalves e o Tiago R. Santos são fabulosos. Fazem um texto que é uma boa história de Portugal. É a chamada a nova história de Portugal. Que é uma história que ri sobre si própria“, conta Margarida Marinho sobre “País Irmão”. Esta produção tem estreia marcada para 11 de Setembro, depois do Telejornal.

 

 

 

“A Criação”, que estreia a 19 de Setembro, é uma fábula com pessoas e animais que vai abordar a indústria criativa e as artes comerciais. Nos episódios poderemos ver a relação que a Criação, uma agência criativa, vai estabelecer com o anunciante, um Supermercado.

 

 

 

Na RTP2 poderá ser vista a série “4Play”. Esta comédia, que estreia a 28 de Setembro, é protagonizada por quatro amigos boémios que querem escrever uma série de televisão e para escolherem o protagonista decidem criar um jogo algo arriscado.

 

 

 

“1986” estreia em Novembro e foi escrita por Nuno Markl e realizada por Henrique Oliveira (realizador de “Vidago Palace”). 1986 foi o ano das eleições mais concorridas da história. Mário Soares contra Freitas do Amaral. Esquerda contra direita. O duelo político contaminou todo o país, desde pais a professores, todos tinham a sua opinião. Tiago, que é filho de um comunista que vai votar Soares, apaixona-se por Marta, filha de um empresário que organiza festas para Freitas do Amaral. O amor destes dois adolescentes vai ser “contaminado” pela situação política.

 

 

 

“Caminhos da Alma – Fátima”, de João Canijo, poderá ser visto brevemente na RTP1. Depois dos cinemas, a história do realizador de “Sangue do meu Sangue” poderá ser vista no pequeno ecrã.

 

 

 

O que podemos esperar da nova ficção é a nova ficção. O que apresentamos agora é a continuação do projecto inicial“, explica Virgílio Castelo, consultor da RTP para a área de conteúdos de ficção.

 

 

 

Saltando da ficção para o entretenimento.

 

 

 

A magia voltou às noites da RTP com Luís de Matos. Em “Impossível”, o conhecido mágico vai apresentar ao vivo, a partir do Estúdio 33, em Ansião, os mais incríveis truques de magia.

 

 

 

Nunca ninguém está preparado para fazer um programa em directo, especialmente na minha área. Esse calhar é por isso que nunca ninguém fez um programa de magia em directo“, conta Luís de Matos. O mágico estreou-se na RTP em 1992 com o programa “Isto é magia”.

 

 

 

Neste programa, que já estreou e pode ser visto todos os sábados às 21:15, o mágico português vai ser acompanhado regularmente por David Copperfield (um dos maiores nomes da magia a nível internacional) e Luis Piedrahita (o astro espanhol vai apresentar ilusões baseadas em factos científicos. As gravações decorreram no Museu da Ciência da Universidade de Coimbra).

 

 

 

Para além destas colaborações semanais, em cada programa poderemos ver novos convidados. No segundo episódio de “Impossível”, a atleta olímpica Patrícia Mamona e o mágico Dynamo serão as estrelas.

 

 

 

“The Voice Portugal”, um dos maiores sucessos da RTP, está de volta para uma nova temporada. A quinta temporada estreia já neste domingo, que pelas 21:15. Anselmo Ralph, Mickael Carreira, Mariza Liz e Áurea estão de volta às cadeiras de jurados. Que também está de volta é Catarina Furtado e Vasco Palmeirim.

 

 

 

Como se costuma dizer, “em equipa vencedora não se mexe”. A equipa pode ser a mesma mas os concorrentes são novos e prometem elevar, ainda mais, a fasquia. Por isso, se pensa que já viu de tudo está enganado.

 

 

 

Estamos sempre a renovar mas também há gente bastante mais velha. Há pessoas de meia-idade a concorrer“, diz Catarina Furtado sobre os candidatos que vão ser vistos nesta edição. Não vão ser só jovens. Vão ser pessoas de todos os quadrantes que em comum têm o sonho da música.

 

 

 

Os sonhos vão voltar a pisar o palco do “The Voice Portugal”. O grande vencedor da edição deste ano terá direito a um contrato com a Universal e a um Volvo V40 Cross Country, um carro digno de uma estrela.

 

 

 

“Cá Por Casa” (estreia a 04 de Outubro), ” O Preço Certo”, “Os Extraordinários” e “5 para a Meia-Noite” (que estreia dia 14 e será sucedido pelo “Daily Show”, que transita da RTP3) também vão ganhar novas temporadas.

 

 

 

O programa de Herman José vai para a segunda temporada. Falando em Herman José, durante a apresentação foi visionado um vídeo muito especial da mais recente criação do comediante. A Bicha Festivaleira, sucesso no Instagram, decidiu “passar” pelo MAAT para animar os presentes.

 

 

 

Nesta nova temporada de “O Preço Certo”, que pode ser visto de segunda a sexta-feira antes do Telejornal, várias vão ser as novidades. Uma nova imagem, um decór bem mais tecnológico, cores quentes, novos grafismos, um logótipo mais apelativo ou a busca por uma nova assistente (a nova assistente será escolhida pelo público e o anúncio será feito no mês de Outubro) são as novidades para esta rentrée da RTP. O que não é novidade nenhuma é a alegria do apresentador que já trabalha na estação há 14 anos.

 

 

 

“Os Extraordinários” vão voltar brevemente à RTP com novos episódios. Neste programa, as mentes mais incríveis do país vão mostrar as suas capacidades mentais. Capacidades dignas de uma única palavra…”Extraordinário!”.

 

 

 

Um dos programas de entretenimento que vai estrear nesta nova grelha será o “Cozido à Mão”, que vai ser apresentado por Sónia Araújo. Neste talent show de moda e design, os participantes vão ter que enfrentar vários desafios para poderem ser considerados como o melhor alfaiate ou costureira do país.

 

 

 

Estamos muito satisfeitos com a oferta que temos tido no entretenimento“, conta Daniel Deusdado, responsável pelos conteúdos da RTP.

 

 

 

Para além dos documentários, séries e programas de entretenimento, a informação e o desporto vão estar em destaque na grelha da RTP.

 

 

 

Na informação, está a ser preparada uma emissão especial que vai cobrir todos os momentos destas eleições autárquicas (estas vão acontecer a 01 de Outubro) e a “Grande Reportagem” passará a ser transmitida nas noites de quinta-feira.

 

 

 

Com 500 horas transmitidas de outras modalidades, sem ser o futebol, o desporto sempre foi um dos pilares da RTP que está em todos os segundos ao lado dos atletas nacionais. Uma das novidades no desporto vai ser a volta do basquetebol à antena nacional.

 

 

 

Estas vão ser as novidades que vai poder encontrar na nova grelha de programação da RTP, uma “estação aberta a todos“.

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Notícia publicada a 06/09/2017

Tagged with:    

About the author /


Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

_