40º FITEI em Matosinhos

enxada2

enxada2

 

A cidade de Matosinhos vai receber o 40º FITEI, onde poderão ser vistos dois espectáculos do histórico festival de teatro. Um espectáculo de circo contemporâneo vai animar, no domingo, o jardim do Sr.do Padrão. Nos dias 13 e 14 de Junho, o teatro Constantino Nery vai acolher o Teatro Amplio, do Chile.

 

 

No cruzamento entre o circo contemporâneo urbano e o imaginário rural, “E-nxada” é o espectáculo que marca, no próximo domingo, pelas 15:00, a chegada a Matosinhos da quadragésima edição do Festival Internacional de Teatro de Expressão Ibérica (FITEI). O Jardim do Sr.do Padrão, junto à praia do Titã, vai servir de palco para uma reflexão sobre a condição humana partindo de um elemento ancestral do trabalho dos homens: a enxada.

 

 

Espectáculo de circo contemporâneo destinado a todos os públicos, “E-nxada” explora a experiência e o imaginário rurais a partir de um ponto de vista urbano. Cavando desde a penumbra dos tempos até aos nossos dias, ligando o passado e o presente, a arcaica ferramenta agrícola terá como contraponto irónico os objetos eletrónicos do nosso quotidiano.

 

 

Criação conjunta da companhia de teatro/circo portuense Erva Daninha e da Binaural/Nodar, o espectáculo mescla realidades, artes, ritmos e paisagens destes dois mundos, retomando os dualismos antigo-novo e arcaico-moderno para refletir sobre o que fomos e o que somos.

 

 

Na exacta confluência do local com o universal, o FITEI trará ainda a Matosinhos o teatro chileno contemporâneo. A 13 e 14 de Junho, pelas 21:30, o Teatro Municipal de Matosinhos-Constantino Nery recebe “Casco Azul”, uma peça da companhia Teatro Amplio que tem por personagens quatro capacetes azuis da ONU destacados para uma base militar em Porto Príncipe, no Haiti.

 

 

Com encenação de Antonio Altamirano e dramaturgia do uruguaio Santiago Sanguinetti, este espectáculo retrata o caos e o horror de uma revolução sul-americana e a perplexidade dos soldados da paz diante das razões do povo haitiano. Para entendê-las, mergulham na filosofia de Friedrich Hegel e nas suas dinâmicas dialéticas, capazes de explicar o mundo. Mas Hegel é complicado, concluem nesta peça.

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Notícia publicada a 10/06/2017

Tagged with:    

About the author /


Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

_