Campo Pequeno: João Grave e António Vacas de Carvalho falam sobre a primeira corrida do ano

_TTZ4906

 

 

A “Temporada Torista” vai começar no Campo Pequeno no próximo dia 05 de Abril, pelas 21:45, com uma corrida que vai marcar o regresso às arenas da ganadaria do Dr. António Silva ao Campo Pequeno. Para pegar os toiros estarão dois dos grupos de forcados amadores mais tradicionais do país, o de Santarém e o de Montemor, que serão comandados, respectivamente, pelos forcados João Grave e António Vacas de Carvalho, que falaram um pouco sobre a importância desta corrida.

 

 

 

É sempre um momento muito especial para o Grupo de Forcados amadores de Santarém pegar na primeira praça de toiros do país e ainda mais especial se torna quando se trata da corrida de inauguração da temporada. É sempre uma grande honra e um grande desafio viver um momento destes“, conta João Grave, do Grupo de Forcados de Santarém sobre pegar nesta que é a principal Praça do país.

 

 

É uma corrida muto importante. Desde logo por ser na primeira praça do país, onde a exigência perante o desempenho e a figura do forcado é sempre das maiores. Depois porque é a corrida de estreia do grupo nesta temporada e, claro, queremos que essa estreia seja de acordo com as nossas grandes actuações nesta praça. Daí que anteveja uma grande noite de toiros, na próxima quinta-feira“, explica António Vacas de Carvalho, do Grupo de Forcados de Montemor sobre esta corrida, que é a primeira da temporada e que marca o regresso às arenas da ganadaria do Dr. António Silva.

 

 

Sabemos o rigor que os ganaderos colocam na escolha dos toiros quando se trata do Campo Pequeno. Para a primeira praça do país enviamos toiros de melhor apresentação e esse factor coloca mais alguma pressão nos forcados. Mas essa pressão é também, pelo menos no caso do Grupo de Forcados Amadores de Santarém, um acréscimo à nossa motivação. Com esta motivação acrescida e com a qualidade que temos visto ao longo das temporadas, dos toiros desta ganadaria e também pelas imagens vídeo que têm sido divulgadas do curro que vai ser lidado, serão toiros dos que transmitem e vão proporcionar grandes actuações a cavaleiros e a forcados“, diz João Grave.

 

CPQ_9492

 

António Vacas de Carvalho defende a qualidade da ganadaria do Dr. António Silva: “É uma ganadaria que dá sempre bom jogo, os toiros transitem. É uma daquelas ganadarias de que muito gostamos, pois os seus toiros valorizam imenso o trabalho dos forcados. Investem com velocidade. Proporcionam, habitualmente, pegas espectaculares. E esperamos que este tom se mantenha na próxima quinta-feira“.

 

 

 

Algo que vai estar patente nesta corrida é a competição entre os dois grupos de forcados. “Há uma grande rivalidade, mas paralelamente uma grande amizade, entre os elementos do Grupo de Forcados Amadores de Santarém e do Grupo de Forcados Amadores de Montemor. Somos os dois grupos mais antigos e, ao logo da história podemos orgulhar-nos de, em conjunto ou cada um dos grupos de “per si”, terem escrito páginas gloriosas da arte de pagar toiros, tanto  Portugal como além fronteiras. Mais uma vez, na próxima quinta-feira e no Campo Pequeno, estaremos juntos para, dentro da mais sã rivalidade, proporcionarmos um grande espectáculo desta arte tão portuguesa“, rebate o líder do Grupo de Forcados de Santarém.

 

 

Para o Grupo de Forcados Amadores de Montemor, é sempre um aliciante extra pegar com o Grupo de Forcados Amadores de Santarém. Rivalidade saudável é aquilo que nos separa, mas nos une ao mesmo tempo, por paradoxal que pareça. Vamos proporcionar uma grande noite de toiros e que Deus reparta a sorte!“, diz António Vacas de Carvalho sobre o trabalho com o Grupo de Forcados Amadores de Santarém.

 

 

Para além do grupo de forcados, em campo também vão estar os cavaleiros Rui Fernandes, João Moura Jr. e João Ribeiro Telles Jr.

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Notícia publicada a 02/04/2018


About the author /


Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

_