“As Criadas” de Marco Martins sobem à arena da Plataforma das Artes em Guimarães

criadas

 

“As Criadas” de Marco Martins sobem à arena da Plataforma das Artes em Guimarães no dia 29 de Abril, pelas 22:00. Do elenco de “As Criadas”, de Jean Genet, constam nomes como: Beatriz Batarda, Sara Carinhas e Luísa Cruz.

 

 

 

Esta peça é um escalar de tensões sobre a condição humana e os efeitos do poder e da subjugação. O público vai ser obrigado a lidar com uma série de emoções que são muitas vezes peturbadoras devido à proximidade e ao cenário claustrofóbico.

 

 

 

As personagens que dão vida à peça “As Criadas”, texto escrito por Jean Genet na prisão, encontram-se fechadas numa arena limitada pelo público, onde se digladiam e expõem todas as perversidades da condição humana. Marco Martins pega na genialidade da escrita de Genet e oferece-nos esta peça crua, sem esconderijos, nem eufemismos. Sim, fala-se aqui do mais vil do ser humano. 

 

 

 

Na peça, as duas irmãs, as criadas, alimentam o ódio através de fantasias de uma vida que não é a delas. Mais do que o crime importa o escalar da tensão, o delírio crescente que acontece naquele espaço confinado. “A representação das criadas é metafórica. Genet dizia que para as defender havia os sindicatos. O que importa, aqui, é falar da natureza do teatro enquanto cerimónia, da relação do indivíduo com o poder e dos indivíduos uns com os outros”, explica Marco Martins.

 

 

 

O encenador refere, ainda, que o ódio crescente destas criadas é “como numa cerimónia que leva a uma galvanização. Quando começas a trabalhar os textos do Genet, descobres que existe mesmo uma moral sobre o crime e, principalmente nestas duas personagens, sobre o crime como uma forma de redenção, ou mesmo de salvação”.

 

 

 

O mundo não tem piedade, é perverso, e Genet confirmou-o com este texto a que Marco Martins dá vida puxando os fios a três soberbas interpretações de Beatriz Batarda, Sara Carinhas e Luísa Cruz. Ao público, pede-se coragem para não se tolher nas cadeiras que circundam as actrizes, animais na história e no palco, a quem ouvirão a respiração sôfrega.

 

 

 

Os bilhetes encontram-se à venda nas bilheteiras da Plataforma das Artes e da Criatividade e do Centro Cultural Vila Flor, bem como nas lojas Fnac e no El Corte Inglês.

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Notícia publicada a 22/04/2017


About the author /


Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

_