Isaura: “A I Need Ya é um primeiro passo na procura de mais sonoridades que me façam sentir bem”

isaura

isaura

 

Isaura tem um novo single. “I Need Ya” é o primeiro single daquele que será o seu álbum de estreia, com data de lançamento agendada para os primeiros meses de 2018 e que marca o início de uma nova fase na sua carreira, e da sua relação com a Universal Music Portugal. A artista concedeu uma entrevista ao Infocul para falar sobre o novo single e o disco.

 

 

Este single fala sobre estarmos de bem com o que escolhemos fazer e em paz com o que não conseguimos ou não queremos fazer. Hoje em dia é tudo demasiado rápido e parece que por causa as redes sociais temos todos de estar sempre ocupados, a fazer coisas novas num FOMO (fear of missing out) generalizado com que não me identifico. Há muitas pessoas que fazem coisas e vão a sítios que não têm nada a ver com eles, que não lhes diz nada; eu já senti muitas vezes essa pressão e tento livrar-me dela. De uma forma ou de outra todos sabemos do que estou a falar e todos tentamos lidar com isso” começa por nos dizer sobre o single.

 

 

Inspirou-se “na gestão do meu tempo; em sentir cada vez mais que o tempo é escasso. Não dá para tudo nem para todos e isso chega a ser dilacerante. Temos de ir pensando sobre o que é que queremos realmente construir com os nossos dias, quem queremos ser; e esse debate interno – e o debate que vejo nos outros à minha volta – fez-me querer relatar uma coisa tão básica como sair à noite. Sair à noite é jovem, está na moda, e se não o fizermos não somos cool; mas e se eu não quiser ser cool e precisar só de ir jantar com a minha família ou de ver o mesmo filme de sempre? E se eu não acreditar que o amor está nas discotecas e se eu achar que a amizade que nos transforma está numa tarde de chá e Time’s Up! cá em casa? É apaziguar aquilo em que acreditamos com o que esperam de nós”, revela.

 

A I Need Ya é um primeiro passo na procura de mais sonoridades que me façam sentir bem. Ao encerrar o capítulo Serendipity senti que estava tranquila porque tinha conseguido apresentar-me às pessoas com canções saídas diretamente do meu coração como se a alma me tivesse fugido pela boca para o papel. Acho que essa sensação derrubou muitas barreiras que eu própria erguia e que me balizam numa sonoridade; estou a libertar-me e a fazer canções sobre outros temas e com uma sonoridade muito Isaura mas sem medo de experimentar” diz-nos numa antecipação ao próximo disco.

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Notícia publicada a 17/06/2017

Tagged with:    

About the author /


Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

_