Itália e Eslovénia editam obras de João Manuel Ribeiro

JMR_1_

JMR_1_

 

 

 

Depois de quatro livros que já foram publicados na Colômbia (“Rondel de Rimas para Meninos e Meninas”; “Poemas para Brincalhar”; “Verso a Verso  Antologia Poética”; “Versos de não sei quê  Antologia Poética”) e um em Espanha (“Meu avô, rei de coisa pouca”), João Manuel Ribeiro vai ser editado em Itália e na Eslovénia , em 2018, pela Tuga Edizioni e Zalozba Malinc respetivamente, editoras que adquiriram os direitos de uma das obras mais marcantes do autor.

 

 

 

A Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas – DGLAB – entidade pública empenhada na proteção, promoção e divulgação, inclusive no estrangeiro, da Língua e da Cultura Portuguesa, decidiu premiar a candidatura de Tuga Edizioni e da Zalozba Malinc, apoiando a edição de “Meu avô, rei de coisa pouca”, escrito por João Manuel Ribeiro, ilustrado por Catarina Pinto e editado por Trinta Por Uma Linha.

 

 

 

A obra está estruturada como uma história de vida, em oito capítulos, cuja figura central é o avô, alguém que ensinou o autor a ver o mundo, a pensar a existência e a alcançar que a felicidade está nas pequenas coisas.

 

 

 

Pelas mãos da Hércules Ediciones, mais dois livros se encontram em vias de edição em Espanha: “O Senhor Péssimo é o Máximo” e “A Casa Grande”.

 

 

 

O autor, nascido em 1968, começou a incursão pela escrita em 2008 com o “Rondel de Rimas para Meninos e Meninas” e 10 anos passados sobre o primeiro livro de poemas, nas entrelinhas já chegaram ao mercado mais de 40 obras. A breve trecho, será publicado um livro/cd (com música e interpretação de João Pereira e Nuno Brito), com direito a concertos.

 

 

 

Mas a celebração da escrita ainda ficará marcada pelo lançamento de book trailers; encontros com o escritor e um ciclo de tertúlias de que o autor será curador, com a presença de poetas, escritores, músicos, jornalistas, nacionais e estrangeiros.

 

 

 

João Manuel Ribeiro, considerado um dos mais promissores autores de literatura infantojuvenil tem ¼ das suas obras recomendado pelo Plano Nacional de Leitura que ainda recentemente acrescentou à lista “Desapalavrada” e “Dédalo”.

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Notícia publicada a 27/07/2017

Tagged with:    

About the author /


Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

_