Yami Aloelela: “Façam favor se serem felizes pois mais do que o amor é Amar”

yami

 

 

 

Yami Aloelela acaba de lançar o seu mais recente single, “Eu Amo-te”, numa clara homenagem à sua mulher. Em entrevista ao Infocul falou sobre o tema e também sobre o novo disco. Foi impossivel não falar de Mariza, a fadista que acompanha como baixista.

 

Qual a inspiração para este tema?

A mulher da minha vida, a minha mulher.

 

 

Quando pensaste em convidar o Phelipe?

Foi daquelas coisas boas que a vida nos proporciona, ouvi o Phelipe tocar e logo me identifiquei com ele e com o seu playing e daí foi só convidá-lo ( ele aceitou  ) (risos)

 

 

 

Tens dois discos em nome próprio: Aloelela, editado em 2009, e ainda o Beijo de Luz em 2016. Em 2018 vai haver novo disco?

Ainda não tenho  certeza se vai sair em 2018 mas já está no forno e em bom ritmo.

 

 

Este tema, “Eu Amo-te”, vai integrar esse novo disco?

Não, não vai. Esta canção faz parte de uma série de singles que irei lançar durante 2018 mas que não fazem parte deste novo cd.

O que já podes revelar sobre esse novo disco e quais as diferenças para o último?

Será por certo o meu melhor álbum de sempre pois vem com a minha verdade, simples e despretensioso bem  mais próximo do meu primeiro álbum “Aloelela” mas mais despido  ainda com as canções num estado mais puro, com a componente acústica a ser privilegiada. Um álbum onde canto em Português e Kimbundo.

 

 

 

Tu além de músico, és compositor, produtor e mais um sem número de coisas. Qual a área que te dá mais gozo na música?

Na realidade todas elas se complementam pois eu sou todas elas, e as minhas viagens e os artistas que acompanho e todas  as colaborações que tenho tido somam a tudo isso no final.

 

 

E qual a mais desafiante?

Todas elas têm a sua magia …

 

 

Continuas a ser conhecido como “o baixista da Mariza”?

Sim, é inevitável pois a Mariza é uma estrela tão grande e cintilante que não há hipótese de fugir a isso, para mim é um Gigante privilégio tocar e privar com a Mariza pois é sem dúvida a maior Artista que já acompanhei até hoje e é um Ser Humano maravilhoso e muito me honra a sua amizade.

 

 

 

Onde podem as pessoas interagir contigo?

Através da minha página oficial do facebook e instagram.

 

 

 

Quais as novidades que queres revelar para 2018?

Bem, em 2018 vão sair mais 2 singles dois duetos surpresa … em relação ao álbum logo se verá o que irá acontecer.

 

 

Próximos espectáculos?

Espectáculos meus aqui em Portugal não tenho nenhum agendado ainda mas acredito que irão surgir em breve.

 

 

Qual a mensagem que deixas aos leitores do Infocul?

Façam favor se serem felizes pois mais do que o amor é Amar … o tempo não pára, não espera por nós!! E um muito obrigado à Infocul pela sua generosidade, irreverência e pela maneira imparcial como trata todos os artistas da nossa praça.

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Notícia publicada a 28/02/2018


About the author /


Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

_