Sexta-feira, Outubro 22, 2021

15 artistas portugueses e moçambicanos em Hino Solidário pelos 15 anos da AIDGLOBAL

A Organização Não Governamental para o Desenvolvimento (ONGD) AIDGLOBAL – Ação e Integração para o Desenvolvimento Global juntou 15 artistas para a gravação do seu Hino “Para quem depois vier”. Ana Laíns, Carla Pires, Carlos Moisés, Célia Leiria, Cherry, Duarte, Joana Amendoeira, Paulo de Carvalho, Rodrigo Costa Félix, Rogério Charraz, Sebastião Antunes & Quadrilha, Silvana Peres e Marta Pereira da Costa, na guitarra portuguesa, e os moçambicanos Selma Uamusse e Stewart Sukuma juntam-se para, a uma só voz, destacarem a importância da Educação, com enfoque nas áreas da Literacia e Cidadania Ativa, os pilares da missão da AIDGLOBAL.

“Para quem depois vier” foi escrito e composto pelo cantor e autor Sebastião Antunes e é lançado no momento de celebração do 15º aniversário da ONGD. “Este Hino simboliza tão bem o nosso trabalho, representa 15 anos a contar histórias com finais felizes, investindo dia-após-dia numa Educação de Qualidade, através da implementação dos nossos projetos, em Portugal e em Moçambique, porque acreditamos que a Mudança acontece pela Educação.” Afirma Susana Damasceno, Fundadora e Presidente da Direção da AIDGLOBAL.

Às 9h de dia 4 de dezembro, 10h de Moçambique, foi divulgado, a partir do canal oficial de YouTube de Sebastião Antunes, “Para quem depois vier”, que estará disponível nas redes sociais e Website da AIDGLOBAL em www.aidglobal.org e nas plataformas de streaming, sendo que por cada visualização ou audição do Hino, há um valor que reverte a favor da AIDGLOBAL para a concretização dos seus projetos em Portugal e Moçambique, como a ampliação da Rede de Bibliotecas Escolares do Distrito do Chibuto; a criação e implementação de Escolinhas para a 1ª Infância em contextos rurais na Província de Gaza; a elaboração de recursos pedagógicos para docentes; a capacitação de professores na área da Educação e da Cidadania Ativa e a sensibilização e mobilização dos jovens para o voto.

Para lançar o Hino “Para quem depois vier”, a AIDGLOBAL gravou um vídeoclipe em Portugal Continental, na Região Autónoma da Madeira – na Ilha Porto Santo, onde abriu uma delegação em 2018, e em Moçambique – Maputo e distrito do Chibuto, distrito em que se localiza a sua delegação desde 2009. Esta iniciativa da AIDGLOBAL conta com a participação dos artistas solidários, para além das equipas da AIDGLOBAL de Portugal e de Moçambique, e neste tema musical são destacadas as temáticas abordadas nos seus projetos, no âmbito da sua missão.

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

23,900FãsCurtir
154SeguidoresSeguir
114InscritosInscrever