2 identificados por posse de cinco cães de raça potencialmente perigosa em situação irregular

O Comando Territorial de Leiria, através do Núcleo de Protecção Ambiental de Caldas da Rainha, ontem, dia 25 de novembro, identificou um homem e uma mulher, com 31 e 65 anos, por detenção de cinco cães de raça potencialmente perigosa em situação irregular, em Pataias, no concelho de Alcobaça.

Durante uma acção de patrulhamento, os militares detectaram a presença dos animais de raça potencialmente perigosa, no logradouro de uma habitação e após algumas diligências apurou-se que duas pessoas, mãe e filho, eram detentores de cinco cães de raça potencialmente perigosa (Dogue Argentino), sem cumprir com a legislação em vigor para a sua detenção.

Desta acção foram elaborados autos de contra-ordenação, com as seguintes infracções e com o valor total de 7 600 euros:

·         A falta de licença, de registo e identificação para a detenção e circulação de animal de raça potencialmente perigosa para todos os animais com mais de seis meses;

·         A não esterilização de animal nas condições legalmente estabelecidas para animal de raças potencialmente perigosas para todos os animais com mais de seis meses;

·         A falta de seguro de responsabilidade civil para a detenção e circulação de animal de raças potencialmente perigosas para todos os animais com mais de seis meses;

·         O alojamento de animais de raças potencialmente perigosas sem que existam todas as condições de segurança;

·         A falta de treino de cães de raças potencialmente perigosas;

·         A falta de vacinação antirrábica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.