arrowarrow


A SIC Mulher é o quarto canal temático do universo SIC. As suas emissões iniciaram-se a 8 de Março de 2003. O canal dedicado à mulher e ao universo feminino iniciou as suas actividades no dia em que celebramos as mulheres de todo o mundo e o belo mundo das mulheres.

 

O dia internacional da mulher foi implementado nos primeiros anos do século vinte. O “Faz Sentido” vai festejar este dia com todas as portuguesas e o Infocul esteve presente na gravação do programa. Fomos interromper um pouco a azáfama do estúdio da SIC. ” A mulher actual já não tem tantos receios como no passado“, conta a apresentadora. A forma de estar das mulheres tem evoluido com o tempo tal como o canal. ” O balanço destes treze anos é extremamente positivo. Há 13 anos a SIC arriscava neste projecto, um canal temático dirigido à mulher. Estes treze anos têm sido um desafio. Para mim é um privilégio pois estou no canal desde o início“, é o balanço que Sofia Carvalho, a directora da SIC mulher, faz.

 

 

Este ano as comemorações são a triplicar pois o canal faz 13 anos e tem muitas surpresas preparadas para os espectadores.

 

 

O convite surgiu pela necessidade. Não havia nada no panorama televisivo português que fosse direccionado exclusivamente para as mulheres“, é desta forma como Sofia Carvalho explica o aparecimento do canal.

 

Para uns treze pode ser um número de azar mas não é o caso da apresentadora. “Considero-me uma pessoa com sorte, abençoada com aquilo que tenho na minha vida“.

 

Nós construímos a nossa sorte. Não faz sentido sermos supersticiosos“, acredita João Moleira.

 

 

O programa “Faz Sentido” e o “Circo du Soleil” vão animar a tela em dia de aniversário. Na mesa dos apresentadores estavam bolachinhas com os logos dos programas que fazem parte da grelha do canal. “Daqui para a frente vamos ter novas estreias como é o caso do Start Up, substituto do MasterChef Austrália e as estreias de programas direccionados para a decoração ou moda. Na Páscoa vamos ter uma programação dedicada às crianças. Vamos ter o MasterChef júnior e o X-Factory. No futuro vamos querer continuar a apostar numa programação nacional. Vamos querer superar as expectativas das pessoas que nos acompanham e estão habituados à programação de qualidade que nos caracteriza“, conta a directora do canal. O MasterChef Austrália está prestes a acabar. Um programa que já chegou à programação do canal foi o “Fitness first class” que pode ser visto logo de manhã.

 

 

Anteriormente houve o programa “Mundo de Sofia” que trazia dicas práticas para os mais novos. Na edição desse dia do programa pintou-se canecas com verniz, uma ideia bastante original para mostrar em festas.

 

 

O especial do “Faz Sentido” contou com a presença dos dois apresentadores, da directora do canal e de pessoas ligadas aos treze anos do canal. O “Faz Sentido” é gravado nos estúdios da SIC no parque Holanda e vai para o ar a partir das 17:00. Uma hora recheada de boa conversa. É isso que Ana Rita Clara e João Moleira nos apresentam. Ana Rita Clara apresenta o programa de segunda a quinta, as sextas ficam a cargo do pivô de Carnaxide. “Tem sido muito bom fazer este programa“, esclarece João Moleira.

 

 

A ligação da apresentadora com o canal por cabo já começou há 6 anos. “Esta ligação começou com um desafio que me foi apresentado que foi apresentar em directo o Delta Tejo e outros festivais de música. A SIC mulher teve sempre esse formato. Passado algum tempo fui substituir a Adelaide de Sousa no Mundo das Mulheres. Foi um momento muito importante para mim pois consegui mostrar algo mais como apresentadora. Depois houve o convite directo por parte do canal para apresentar o novo dailyshow que era o Mais Mulher. Foi um caso de sucesso pois apresentamos um programa diferente e estivemos no ar durante quatro anos. Durante esse tempo fui apresentando outras coisas, não só na SIC mulher. Conduzi formatos de moda como foi o caso da Moda Lisboa ou do Portugal Fashion, que vou apresentar novamente. Há cerca de um ano que apresento o Faz Sentido. Estamos novamente a quebrar barreiras e a voltar à essência das conversas numa altura em que a tv apresenta formatos vazios daquilo que os portugueses realmente procuram. Temos conversas de casa com convidados excelentes, rostos que nos inspiram. É isso que o Faz Sentido pretende fazer“.

 

 

O “Mais Mulher” passou a chamar-se “Faz Sentido”. Os convidados deste programa tão especial foram os D.A.M.A, João Moleira, Sofia Carvalho, Bárbara Taborda, Lúcia Piloto e Teresa Branco.

 

 

Estas conversas e desafios inspiram muitas pessoas em casa. “Muda a forma das pessoas enfrentarem e estarem nas suas vidas“, conta a apresentadora do programa.

 

 

O programa é muito querido para o público do canal. O canal já emitiu vários programas de sucesso como é o caso do “Master Chef”,” American Next Top Model” ou “X Factory”. “Esperemos que o Faz Sentido continue. Vai sempre fazer sentido existir um programa assim pois as pessoas precisam e sentem falta de uma hora de boas conversas e identificam-se sempre com algum dos convidados que recebemos. Sinto o retorno das pessoas que acompanham o canal. Encaro o futuro, sempre, como um desafio“. É desta forma como a apresentadora descreve o programa pelo qual dá a cara já tendo, anteriormente, apresentado o programa “Mais Mulher” durante quatro anos.

 

 

Eu sou multifacetada. Trabalho como actriz e quero criar uma carreira paralela. Tenho uma empresa que cria canais online, um blogue e o change it que é um movimento de empreendorismo. Em televisão motiva-me ter sempre desafios constantes“. A apresentadora pode ser vista na novela da SIC “Poderosas” no papel da inspectora Joana.

 

 

Sinto-me muito realizada. Nós como equipa sentimo-nos muito realizados com aquilo que temos realizado nos últimos 13 anos. Mas ainda há muito a fazer“, conta a directora.

 

 

Como este era um programa especial, houve uma participação dos D.A.M.A. Miguel Cristovinho, Miguel Coimbra e Francisco Pereira cantaram o tema do novo disco “Dá-me um segundo”. Este álbum foi feito em um mês. Demonstrando que a música portuguesa está em excelente forma. Os D.A.M.A fizeram em 2015 duzentos concertos onde demonstraram ser um grupo completo. “Antes de sermos cantores, somos autores“, responde Miguel Coimbra. “Sempre pensámos estar aqui mas nunca ambicionámos muito“, conta Miguel Cristovinho. Mas qual é o segredo deles? ” O nosso segredo é sermos verdadeiros naquilo que cantamos. O nosso objectivo foi sempre deixar uma mensagem“, responde Cristovinho.

 

 

No final, antes de se cantar os parabéns, foi apresentado uma réplica de um vestido feito totalmente de açúcar.

 

 

Agradeço aqueles que aqui estão, aqueles que estão atrás das câmaras e a todos que nos assistem em casa, já há 13 anos. Queremos continuar a superar as expectativas das pessoas que nos acompanham“, este é o desejo de Sofia Carvalho enquanto morde uma das velas do bolo de aniversário. A outra ficou para Ana Rita Clara. João Moleira tratava das flutes de champanhe para o tradicional brinde da praxe.

 

 

Desejos para os próximos 13 anos?

 

 

Sou mais de viver o dia-a-dia. Quero continuar motivada e sempre com esta energia“, diz Ana Rita Clara com um sorriso nos lábios.

 

 

O objectivo é continuar a trabalhar com muita dedicação, motivação e inspiração“, conta Sofia Carvalho. E que venham mais 13 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.