“5 para a Meia-Noite” regressa em formato semanal com Filomena Cautela

5-para-a-meia-noite

 

Sempre à quinta-feira, pelas 22:45, Filomena Cautela recebe no seu novo cenário os convidados que marcam a semana. A estreia acontece a 20 de Outubro.

 

 

Mas conta com a ajuda permanente de António Raminhos e Inês Lopes Gonçalves para lançarem achas para a fogueira da actualidade. Sempre de bisturi em riste, entram e saem humoristas, artistas e opinadores ácidos, numa cimeira tardia, com actuações surpreendentes e novos debates fracturantes, que não deixarão a semana em paz e sossego!

 

 

Entre muitos outros desafios, Filomena Cautela modera um confronto entre Joana Amaral Dias e Rodrigo Moita de Deus, que promete incendiar a noite com temas marcantes da semana.

 

 

Entre as viagens imprevisíveis de António Raminhos pelo nosso Portugal, as conversas picantes de Fernando Alvim com Beatriz Gosta e Blaya, os mais insólitos exemplos publicitários com Gonçalo Morais Leitão, uma peculiar revista de imprensa com os melhores humoristas da nossa praça e a muito especial comédia do ilustríssimo Eduardo Madeira, serão 90 minutos semanais com uma animação sem fim!

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6324 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.