7 Maravilhas- Aldeias alargam prazo de candidaturas

logo 7 aldeias

 

 

A organização das 7 Maravilhas de Portugal – Aldeias acaba de alargar por mais 7 dias o prazo de candidaturas de aldeias, devido ao elevado número de processos de candidatura em curso. As candidaturas prolongam-se até às 23h59 de dia 14 de março. Neste momento já ultrapassámos as 230 candidaturas de aldeias de todo o país, com as Regiões Norte e Centro a liderar em número e diversidade. 

 

 

Nestas 230 candidaturas até ao momento, temos já contempladas aldeias muito emblemáticas, em todas as regiões do país. As grandes referências em termos de aldeias a nível nacional estão garantidas, mas sabemos que esta é uma grande plataforma de promoção para outras aldeias menos mediáticas e que têm aqui a sua oportunidade de divulgação, como candidatas numa eleição que se quer rica em diversidade, em qualidade e em oportunidade. Não se trata de candidatar para ganhar, mas para promover patrimónios únicos que podem passar a ser mais reconhecidos a nível nacional e internacional. Não queremos deixar nenhuma aldeia de fora deste momento e por isso vamos alargar o prazo de candidaturas”, esclarece Luís Segadães, Presidente das 7 Maravilhas. 

 

 

As candidatas a 7 Maravilhas de Portugal – Aldeias são organizadas em 7 categorias e as 7 vencedoras serão apuradas pelo maior número de votos, uma por categoria, não podendo ser eleitas mais do que três aldeias por região. 

 

 

As categorias são: Aldeias-Monumento; Aldeias de Mar; Aldeias Ribeirinhas; Aldeias Rurais; Aldeias Remotas; Aldeias Autênticas; e Aldeias em Áreas Protegidas. Qualquer aldeia pode candidatar-se em múltiplas categorias. 

 

 

As candidaturas decorrem até 14 de Março de 2017 e devem respeitar o presente regulamento. São colocadas on-line no endereço oficial www.7maravilhas.pt, através do formulário devidamente preenchido. Qualquer entidade pública, privada ou indivíduo pode nomear aldeias como candidatas. 

 

 

Todo o processo de eleição das 7 Maravilhas de Portugal– Aldeias será auditado pela empresa internacional de auditores PwC. 

 

Este projeto conta com o apoio institucional do Gabinete do Ministro Adjunto, do Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, da Secretária de Estado do Turismo, do Turismo de Portugal, da Unidade de Missão para a Valorização do Interior, ICNF – Instituto da Conservação da Natureza e Florestas, Centro Nacional de Cultura, Federação Minha Terra, e Associação Portugal Genial. 

 

A RTP é a Televisão Oficial e a Renascença a Rádio Oficial. 

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6771 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.