A partir de hoje existem mais 145 lugares de estacionamento em Lisboa

 

 

A EMEL, em colaboração com a Câmara Municipal de Lisboa e a Junta de Freguesia de São Domingos de Benfica, abre hoje ao público um novo espaço de estacionamento na Freguesia de São Domingos de Benfica com mais 145 lugares de estacionamento.

 

A abertura da nova área de estacionamento, situada na Rua João de Freitas Branco, é assinalada pelas 15:00 com a presença do Vereador Miguel Gaspar e do Presidente da JF de São Domingos de Benfica, António Cardoso. Esta é mais uma alternativa de estacionamento para quem reside ou trabalha diariamente nesta zona da cidade. Os moradores que possuam o adequado dístico de residente podem estacionar gratuitamente naquele espaço, existindo uma tarifa de 2€ diários para quem visita ou trabalha na freguesia e aí estaciona e pretenda a partir daí chegar a outras zonas de Lisboa tomando partido da forte oferta de transporte público aí existente”, refere a CML em nota de imprensa.

 

Para além da gestão dos lugares existentes na via pública, que dão maiores facilidades de estacionamento para os residentes, a EMEL criou 370 novos lugares de estacionamento nesta freguesia, que envolveram um investimento na ordem dos 450.000€. Entre os novos espaços estão o Parque das Torres de Lisboa (80 lugares), o reordenamento da Rua Padre Francisco Alvares (72 lugares) e do Impasse da Rua Sousa Freire (73 lugares) que antecederam a intervenção da Rua João de Freitas Branco. Todas estas intervenções na Freguesia de São Domingos de Benfica enquadram-se no objectivo da EMEL de aumentar a oferta de estacionamento na cidade de Lisboa para os residentes. O crescente ordenamento da cidade e a criação de lugares de estacionamento têm sido uma aposta da EMEL no sentido de cada vez mais dar melhores condições de estacionamento para os residentes da cidade, e promoção de lugares disponíveis que suportem as diferentes actividades económicas, como sejam o comércio e serviços”, acrescenta a mesma nota.

 

 

 

Em paralelo, está também em curso um outro projecto de construção de parques dissuasores, prevendo a disponibilização de mais cinco mil lugares para aqueles que quotidianamente entram em Lisboa vindos dos concelhos limítrofes e destinado a incentivar a utilização dos transportes colectivos no interior da cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.