National_Palace_of_Pena_credits_PSML-WilsonPereira

 

Os Açores vão doar perto de 800 plantas, de várias dimensões à Parques de Sintra. As plantas estão em exposição no stand do Turismo dos Açores na BTL até domingo, e no final da feira serão entregues aos responsáveis pela requalificação dos jardins do palácio.

 

 

 

A doação de algumas espécies autóctones do arquipélago dos Açores à Parques de Sintra, para plantação no Jardim Botânico do Palácio Nacional de Queluz, bem como no Parque da Pena e no Parque de Monserrate, são uma forma de contribuir para a reabilitação e enriquecimento botânico de uma zona culturalmente riquíssima e uma referência a nível nacional e internacional.

 

 

 

Ao nível das espécies expostas podemos realçar três dragoeiros com cerca de 4 m de altura. Também temos algumas dezenas de louros, pau-branco e ginjeiras com cerca de 3 m, mas a grande maioria tem porte abaixo dos 60cm e muitas são herbáceas ou gramíneas, como o caso do patalugo e o bracel-da-rocha respetivamente.

 

 

 

Manuel Baptista, Presidente do Conselho de Administração da Parques de Sintra, destaca que “para nós é uma oportunidade de acolher espécies de uma das mais ricas regiões em património natural. Os Açores são ilhas de natureza por excelência e estas plantas acabam por ser uma extensão do arquipélago em Sintra.”

 

 

 

Espécies botânicas em causa:

Endémicas:

Ilex perado – azevinho

Juniperus brevifolia – cedro-do-mato

Viburnum treleasei – folhado

Prunus azorica – ginjeira brava

Laurus azorica – louro-da-terra

Erica azorica – urze

Picconia azorica – pau-branco

Leontodon filii  – patalugo-maior

Festuca petraea – bracel-da-rocha

 

 

Autóctones Macaronésia:

Morella faya – faia-da-terra

Myrsine africana ou retusa – tamujo

Dracaena draco – dragoeiro

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6400 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.