“Agora – e sei lá até quando – o Teatro está vazio, sem público e sem alegria…”, diz Hélder Freire da Costa

Foto: Reprodução Facebook/Hélder Freire da Costa

O produtor de Teatro, Hélder Freire da Costa, publicou, ontem, um desabafo no seu Facebook sobre a actualidade teatral nacional.

O produtor que tem levado a palco várias produções no Teatro Maria Vitória, no Parque Mayer em Lisboa, deixou o lamento: “Agora – e sei lá até quando – o Teatro está vazio, sem público e sem alegria…Teatro assim, não é Teatro!

A publicação na íntegra:

Que tristeza…

🎭 Hoje, sábado, não há sessões nem à tarde nem à noite. A minha equipa, que normalmente às 6ªs.feiras, depois da sessão, costumava ir para a borga e no sábado se apresentava com remelas, hoje nem isso vai acontecer. O “covid-19” obriga-os a estar em casa, dormir, comer e mais nada…

Do Teatro fica a saudade, a saudade de enfrentar um público que conquistavam logo na Abertura e em euforia o levava até ao Final, para depois, já na rua e à porta do Teatro serem por ele acarinhados tantas vezes com presentes e com ele e por ele, serem captados com selfies…

Agora – e sei lá até quando – o Teatro está vazio, sem público e sem alegria…

Teatro assim, não é Teatro!… 🤮

Que tristeza…🎭 Hoje, sábado, não há sessões nem à tarde nem à noite. A minha equipa, que normalmente às 6ªs.feiras,…

Publicado por Hélder Freire Costa em Sexta-feira, 20 de março de 2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.