Albufeira: GNR recuperou duas jiboias, uma piton e uma tarântula

O Comando Territorial de Faro, através do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) de Albufeira, no dia 31 de outubro, recuperou quatro espécimes protegidos internacionalmente, de acordo com a Convenção sobre o Comércio Internacional das Espécies da Fauna e da Flora Silvestres Ameaçadas de Extinção (CITES), em Albufeira.

Na sequência de uma investigação que teve como origem a captura de uma jiboia “Boa Arco-íris”, encontrada no logradouro de uma habitação em Albufeira, no dia 15 de outubro, os militares da Guarda realizaram diligências que permitiram identificar o seu detentor, um jovem de 16 anos, e que tinha espécimes de outras espécies na sua residência, nomeadamente:

·         Duas jiboias “Boa Arco-íris”, “Epicrates cenchria”;

·         Uma piton “Python Bola”, “Python regius”;

·         Uma tarântula encaracolada da Nicarágua, “Tliltocatl Albopilosus”.

Foram elaborados dois autos de notícia por contraordenação, por falta de Certificado CITES, de Registo de Detenção de Espécimes Perigosos e de Registo de Criador, sendo todos os animais apreendidos e entregues a um parque de diversões, na localidade de Quarteira.

A ação teve o apoio do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), a Autoridade CITES em Portugal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.