Álvaro Covões alerta para crise na cultura: “Só nos é possível trabalhar 3 dias por semana o que significa o adiamento de muitos espectáculos”

O empresário Álvaro Covões deu hoje, através das redes sociais, destaque à grave crise que o sector cultural está a passar.

O empresário deu conta de que com as novas medidas “só nos é possível trabalhar 3 dias por semana o que significa o adiamento de muitos espectáculos”.

Leia a mensagem na íntegra:

Cultura adiada
Por força do novo estado de emergência só nos é possível trabalhar 3 dias por semana o que significa o adiamento de muitos espectáculos.
A falta de apoios ao setor é gritante. Artistas, técnicos, autores, profissionais espectáculos, agentes, promotores, produtores, salas privadas, empresas do setor são ignorados e esquecidos pelo ministério que os deveria tutelar. Não tem quadro legal para nos apoiar diz-nos a sra ministra da cultura. Não pode mudar uma política que tem 40 anos. Talvez o 25 Abril não tenha ainda chegado a Cultura e com a pandemia caiu o pano. Caiu o pano sobre a Cultura
#salvemacultura
#portugal

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.