Amadora: 3 detidos por tráfico de droga, após tentativa de fuga à PSP

O Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, através da Divisão Policial da Amadora, no dia 4 de Abril, pelas 01:15, procedeu à detenção de três jovens, com idades compreendidas entre os 19 e os 21 anos, por serem suspeitos da prática do crime de tráfico de estupefacientes.

A presente detenção ocorreu em sequência de uma acção de patrulhamento no Bairro Alto Cova da Moura, a qual tinha por objectivo fiscalizar o cumprimento das normas decorrentes do Estado de Emergência, concretizadas pelo Decreto 2-B/2020, de 2 de Abril, nomeadamente com o intuito encerrar os estabelecimentos que laboravam indevidamente e incentivar os residentes a cumprir com o dever geral de recolhimento.

No interior do Bairro, foi possível verificar três indivíduos no interior de uma viatura estacionada, os quais foram interpelados pelos Polícias a fim de averiguar a razão da sua presença naquele local. Quando lhes foi solicitado para saírem do veículo, o condutor num movimento rápido encetou fuga, tendo sido interceptado alguns metros mais à frente, a esconder-se debaixo de um veículo estacionado, numa tentativa de iludir os agentes.

O mesmo foi revistado, tendo sido encontrados na sua posse alguns pedaços de produto suspeito de ser estupefaciente (haxixe), bem como uma quantia de 2.712,57 euros. Os outros dois ocupantes foram igualmente revistados, tendo sido encontrado na posse de um deles a quantia de 65 euros e alguns pedaços de produto suspeito de ser estupefaciente, e no outro nada de relevante.

Na viatura foi ainda possível localizar vários pacotes com mais produto suspeito de ser estupefaciente, uma balança de precisão e alguns telemóveis.

No total foi apreendida a quantia 2.777,57 € e as seguintes quantidades de produto estupefaciente: 245 doses de haxixe, 131 doses de heroína e 120 doses de cocaína.

Os detidos foram presentes no Tribunal Judicial da Comarca Lisboa-Oeste – Juízos da Amadora, para serem ouvidos em primeiro interrogatório judicial, sendo-lhes aplicada a medida de coação mais gravosa, prisão preventiva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.