APECATE alerta para 330 milhões de euros em prejuízos e 30 mil postos de trabalho em risco

APECATE envia carta a municípios e apela para que cumpram os compromissos já assinados, evitando o encerramento de muitas empresas

Enquanto associação que representa o setor dos Congressos, Animação Turística e Eventos, a APECATE tem efectuado o levantamento de dados do prejuízo acumulado pela pandemia Covid-19, prevendo prejuízos que ultrapassam 300 milhões de euros e estejam em risco mais de 30 000 postos de trabalho, caso o sector não retome a sua actividade até ao Verão.

Assim e em espírito de solidariedade, para que o futuro do sector e do País seja uma realidade, vimos apelar que os Municípios e outras entidades públicas estabeleçam normas de tesouraria, que no cumprimento estrito da lei, permita auxiliar as empresas deste sector” refere António Marques Vidal, Presidente da Direcção APECATE, pelo facto de a actual conjuntura do país ter levado ao cancelamento ou adiamento de todos os eventos culturais, desportivos, sociais e audiovisuais em espaços municipais ou por estes contratados.

Neste sentido, a APECATE apela a que todas as entidades públicas nacionais respeitem e cumpram os contratos assinados. O apelo pede ainda que se efectue atempadamente o pagamento de acordo com o calendário contratualmente acordado, dos eventos já realizado e facturados, de forma a injectar tesouraria em empresas neste momento muito deficitária.

No que diz respeito aos eventos anulados, no contexto de medidas relativas ao Coronavirus, a associação solicita o pagamento integral das actividades previstas e contratualizadas. No que toca aos eventos adiados pelas mesmas razões, o pagamento integral dos custos que não seja possível recuperar e o pagamento de pelo menos 50% do valor contratualizado.

António Marques Vidal, presidente da APECATE, reforça ainda que “apenas com o apoio de todos poderemos sair desta crise mais fortes e preparados para contribuir para um País mais coeso e desenvolvido“.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.