Autarca de Almada destaca “vista maravilhosa” do bairro social ‘Bairro Amarelo’

Há uma declaração da presidente da Câmara de Almada, Inês de Medeiros, do Partido Socialista, na passada segunda-feira, que está a causar polémica.

A autarca afirmou que não se importaria de ir já “amanhã” viver para o Bairro Amarelo, “com aquela vista maravilhosa”.

A afirmação decorreu na reunião pública ordinária da Câmara de Almada, na qual foi aprovada a alteração simplificada da Reserva Ecológica Nacional no Porto Brandão (Trafaria, Caparica), na zona do Lazareto.

Inês de Medeiros revelou estar a trabalhar em conjunto com o IHRU (Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana) para retirar o aspecto de gueto do bairro, realçando que “não há territórios para ricos e outros para pobres”. Elogiou também o município que lidera pelo trabalho que tem feito na reconstrução habitacional.

“Almada tem este privilégio de ter bairros sociais em espaços absolutamente maravilhosos, com uma vista invejosa. Qualquer bairro social da margem Norte tem inveja. Eu própria amanhã iria viver para o Bairro Amarelo com aquela vista maravilhosa”, disse.

A deputada Joana Mortágua, do Bloco de Esquerda, reagiu no Twitter: “A presidente da Câmara de Almada acha que os moradores dos bairros sociais são uns privilegiados pela ‘vista-rio’ e até diz que não se importava de mudar para o Bairro Amarelo. Isto enquanto justifica a aprovação de um hotel de cinco estrelas no Porto Brandão. Qualquer comentário é redundante”.

Recordar que o Bairro Amarelo foi considerado um bairro sensível pela PSP devido aos seus problemas de criminalidade recorrentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.