Aveiro: Apreensão de 46 KG de meixão no valor de 345 mil euros

 

 

 

A Unidade de Controlo Costeiro, através do Subdestacamento de controlo Costeiro de Aveiro, ontem, dia 22 de Fevereiro, na localidade de Aveiro, apreendeu cerca de 46 quilos de meixão.

No âmbito de uma acção de fiscalização a um estabelecimento de exploração de culturas marinhas, os militares detectaram diversos tanques que continham meixão vivo, estando equipados com sistema de oxigenação de água para manter os espécimes vivos. O responsável da exploração, um homem de 51 anos, não apresentou qualquer documento que comprovasse a origem legal do meixão, tendo o mesmo sido apreendido, a par do diverso equipamento de manutenção.

Os 46 quilos de meixão apreendidos, com um valor estimado de 23 mil euros no mercado nacional, pode, no mercado final (países europeus e asiáticos), atingir o valor de 345 mil euros. Foi elaborado um auto de notícia para o Tribunal da Comarca do Baixo Vouga – Aveiro, pelo crime de danos contra a natureza.

Sendo uma espécie protegida, o seu transporte e detenção carece de um certificado de acompanhamento CITES (Convenção sobre o Comércio Internacional de Espécies da Fauna e da Flora Selvagem Ameaçadas de Extinção) e de registo obrigatório no Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas.

A GNR sublinha que a enguia europeia (anguilla anguilla), que na fase larvar é conhecida por meixão, é uma espécie considerada em perigo e que tem sofrido grande redução no número de efectivos em razão da pesca ilegal, impedindo desta forma o normal ciclo de reprodução, colocando em causa a sustentabilidade da mesma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.