Bean Ready é a grande vencedora do Prémio Ecotrophelia Portugal 2018

 

 

A feijoada vegetariana pronto-a-comer Bean Ready é a grande vencedora do Prémio Ecotrophelia Portugal 2018. O anúncio dos vencedores aconteceu ontem no Centro de Congressos da Alfândega do Porto.

 

 

A Bean Ready é uma feijoada, que utiliza produtos tradicionais portugueses, como é o caso do feijão, cogumelos, couve, enchidos vegetais e arroz carolino. Este produto aposta na valorização do consumo de leguminosas, no aproveitamento dos recursos endógenos e na adequação de uma refeição tradicional às tendências do mercado. A equipa vencedora do prémio Ecotrophelia vai receber  2.000€, a que acrescem 1.500€ de serviços de SenseProfilling da empresa SenseTest e 1.500€ em serviços de consultoria da empresa Market Access, a par de um curso intensivo de inglês pelo British Council. Esta equipa também vai ter a possibilidade de representar Portugal na competição europeia deste prémio, que vai acontecer na feira SIAL Paris.

 

Patrícia Soares, líder da equipa composta por elementos da Universidade Católica Portuguesa (Escola Superior de Biotecnologia) e da Universidade do Minho (Escola de Economia e Gestão), mostra um “enorme orgulho e uma sensação de trabalho recompensado” por terem conquistado o primeiro prémio.

 

Em segundo lugar no Ecotrophelia ficou a equipa Leguté, que arrecadou um prémio de 1000€. O terceiro lugar ficou para Os Drechies, que criaram um snack salgado feito a partir do dreche, um subproduto da indústria cervejeira. Para além de terem recebido 500€, este produto também foi distinguido com o prémio BfK AWARDS, Born From Knowledge (BfK), um programa de valorização do conhecimento científico e tecnológico promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior através da ANI – Agência Nacional de Inovação, que proporciona à equipa um processo de acompanhamento do projeto, ao longo de 12 meses, pela ANI e a oportunidade de participar na SIAL Paris.

 

Às três equipas melhores classificadas foi ainda atribuído, pela Patentree, um IP Strategy Voucher, um serviço de diagnóstico e consultoria de Propriedade Industrial aos projectos apresentados.

 

Deolinda Silva, directora executiva da PortugalFoods (uma das entidades responsáveis), depois do final da segunda edição deste evento, afirma que o sentimento é de “largo sucesso e o balanço muito positivo” por parte de todos os presentes, equipas, estudantes, docentes, investigadores, empresas, e entidades presentes na cerimónia“.

 

Realça ainda, nesta segunda edição, a participação de mais entidades, mais estudantes e de mais geografias representadas, com a presença de instituições de ensino superior de Minho, Porto, Coimbra, Leiria e Beja. Um total de 10 equipas, de 14 instituições de ensino, participaram no Prémio Ecotrophelia Portugal 2018.

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Notícia publicada a 26/05/2018


About the author /


Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

_