Câmara e Misericórdia de Amarante preparam dois espaços no antigo Hospital de Amarante com 44 camas para receber doentes Covid-19 dos Lares de Idosos

Câmara de Amarante e Santa Casa da Misericórdia de Amarante preparam dois espaços no antigo Hospital de Amarante com 44 camas para receber doentes Covid-19 dos Lares de Idosos.

A Câmara Municipal de Amarante e a Santa Casa da Misericórdia de Amarante adaptaram dois espaços no ​Antigo Hospital de Amarante para receber doentes Covid-19, funcionando como retaguarda para as IPSS com resposta de Lar ou Estrutura Residencial para Idosos (ERPI). Um dos espaços na antiga ala da obstetrícia e outro no edifício dos antigos serviços administrativos do hospital.

Com 44 camas, e com possibilidade de reforço, o Antigo Hospital de S. Gonçalo – desactivado em 2008, embora parcialmente ocupado até meados de 2014 pelo Centro Hospital Tâmega e Sousa, ano que foi devolvido à Santa Casa da Misericórdia – está preparado para receber idosos de Lar/ERPI onde se verifique um caso de COVID-19 positivo e que, por esse motivo tenham de ser retirados para isolamento ou, se assim for entendimento, em função das orientações, para que aí façam a quarentena.

Antecipando o agravamento da situação e de forma a prevenir o contágio entre a população mais sensível ao Covid-19, a autarquia de Amarante uniu esforços com a Santa Casa da Misericórdia e, nas últimas semanas, tomou a iniciativa de criar estas duas alas com 44 camas.

Recorde-se que Amarante tem 10 Instituições Particulares de Solidariedade Social que com a Santa Casa da Misericórdia passam a 11 estruturas para apoiar, com resposta de ERPI e SAD (Serviço de Apoio Domiciliário), num total de quase 850 utentes, entre os quais mais de 500 têm mobilidade reduzida.

Por iniciativa do município, esta semana vão começar a ser testados os profissionais das IPSS com ERPI a que se seguirá o rastreio às equipas do SAD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.