Captura de 1.3 Kg de meixão resultou em detenção a 3 homens

 

 

A Unidade de Controlo Costeiro, através do Destacamento de Controlo Costeiro de Matosinhos, durante a madrugada de hoje, dia 29 de Outubro, deteve três indivíduos por danos contra a natureza, em Esposende.

No âmbito de uma acção de fiscalização no Rio Cávado, que visou a captura ilícita de meixão, os militares detectaram os indivíduos em flagrante delito, a capturar esta espécie cuja apanha é proibida, tendo sido apreendidas 1 300 gramas de meixão, uma embarcação de recreio e material utilizado para captura daquela espécie.

A enguia europeia (anguilla anguilla), que na fase larvar é conhecida por enguia juvenil/meixão, é uma espécie considerada em perigo e que tem sofrido grande redução do número de efectivos em razão da pesca ilegal, impedindo desta forma o normal ciclo de reprodução, colocando em causa a sustentabilidade da espécie. O meixão apreendido, no mercado final (países europeus e asiáticos), poderia alcançar um valor de 9 100 euros.

Os detidos, com idades entre os 44 e 54 anos, foram constituídos arguidos e o meixão, por se encontrar vivo, foi devolvido ao seu habitat natural.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.