Cinco erros que elas cometem no sexo e que irrita os homens

Segundo a terapeuta sexual Laurie Watson, apresentam-se de seguida os cinco erros comuns entre as mulheres.

Descubra quais estão no texto traduzido e adaptado do portal Psychology Today:

Começo demasiado subtil

Muitas mulheres pensam que o parceiro pode adivinhar através da mente, quando ela tem vontade de ter sexo. A realidade mostra que isso é impossível e, assim como nós, a outra pessoa também gosta de se sentir desejada. É por isso que é importante dizer diretamente que deseja uma relação sexual ou que o outro é atraente.

Não dizer os desejos sexuais para a outra pessoa

O filtro e a maneira de pensar do parceiro pode fazê-lo não se lembrar de detalhes, como a forma que gosta de ser tocada e do que gosta no sexo. Portanto, não tenha medo de lembrá-lo novamente.

 

Concentrar-se em inseguranças com o corpo

As mulheres geralmente preocupam-se mais com algumas inseguranças devido às suas características corporais, em vez de se renderem a momentos de prazer e liberdade no sexo. Lembre-se de que os sentimentos de excitação podem ser drasticamente diminuídos com autocrítica. Para mudar isso na hora do sexo, é necessário fugir das críticas internas, prestando atenção à respiração e sensações do corpo, concentrando-se no que é agradável.

Preocupar-se em fazer a coisa certa o tempo todo

O ingrediente essencial para agradar a alguém é o seu próprio prazer. Na terapia sexual, as mulheres geralmente interessam-se por técnicas para aumentar a estimulação do parceiro. No entanto, a ansiedade de satisfazer pode impedi-la de explorar seus próprios sentimentos.

Tocar o outro com demasiada delicadeza

O erro que ambos os sexos cometem é tocar da maneira que eles gostam de ser tocados. Muitos homens reclamam na terapia sexual que algumas mulheres só começam a estimulá-lo quando são “convidadas” ou quando o membro já está ereto. O conselho para todas é ter iniciativa e usar também sua força para tocar com moderação e intensidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.