Cinco Mortos na Operação Carnaval da GNR

 

 

A Guarda Nacional Republicana, entre os dias 1 e 5 de Março, realizou uma operação de intensificação do patrulhamento e fiscalização rodoviária em todo o Continente, a qual foi orientada para as vias que conduziam aos locais onde tradicionalmente ocorrem festividades carnavalescas, com o objectivo de combater a sinistralidade rodoviária, regular o trânsito e garantir o apoio a todos os utentes das vias, proporcionando-lhes uma deslocação em segurança.

Durante esta operação a GNR fiscalizou 24 464 condutores tendo detendo 818 condutores com excesso de álcool, dos quais 238 foram detidos por possuírem uma taxa de álcool no sangue igual ou superior a 1,2 g/l, sendo ainda detidos 62 condutores por falta de habilitação legal para conduzir.

No mesmo período, a GNR registou 6 485 infracções, das quais se destacam:

· 1 623 por excesso de velocidade;

· 373 por falta de inspecção periódica;

· 291 por anomalias nos sistemas de iluminação e sinalização;

· 237 por utilização indevida do telemóvel durante a condução;

· 230 por falta ou incorrecta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças;

· 183 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório;

· 72 por anomalias nos pneus.

No que diz respeito à sinistralidade rodoviária, a GNR, na sua área de responsabilidade, registou:

· 964 acidentes;

· Cinco mortos, dos quais:

o Três condutores resultantes de despistes (dois motociclos e um veículo ligeiro de mercadorias);

o Um condutor de um veículo ligeiro de passageiros, devido a uma colisão;

o Um peão (atropelamento).

· 30 feridos graves;

· 326 feridos leves.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.