Coimbra: Pulseira electrónica para homem que agredia a companheira

O Comando Territorial de Coimbra, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas, no dia 11 de Fevereiro, deteve um homem de 49 anos, pelo crime de violência doméstica, no concelho de Coimbra.

Na sequência de uma investigação por violência doméstica, os militares apuraram que o suspeito agredia a sua companheira, uma mulher de 34 anos, permanecendo indevidamente na residência da vítima, intimidando-a com a sua presença. Assim, foi dado cumprimento a um mandado que culminou na detenção do agressor.

O detido foi presente no dia 12 de Fevereiro, a primeiro interrogatório judicial, no Tribunal Judicial de Coimbra, onde lhe foram aplicadas as medidas de coação de obrigação de não contactar, por qualquer meio, a vítima, devendo manter um afastamento num raio não inferior a 200 metros, obrigação de não se aproximar da residência habitada pela ofendida, devendo manter um afastamento num raio não inferior a 500 metros, ambas as medidas a monitorizar através de pulseira electrónica.

Esta acção contou com o reforço do Posto Territorial de Vila Nova de Poiares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.