Colina dos Piscos, um refúgio rural de charme onde as artes e a natureza se encontram

Colina dos Piscos_Casa 1
A pouco mais de uma hora de Lisboa, em Ourém, fica a Colina dos Piscos, um espaço de turismo rural recuperado pelos arquitectos Jorge e Filipa Castelão, pai e filha. Este local foi totalmente desenhado para que possa descansar, relaxar e desligar da rotina.

Com a profissão no coração e atentos ao detalhe por vocação, Jorge e Filipa pensaram a Colina dos Piscos  para proporcionar a melhor experiencia possível a quem os visita. Esta casa do século XIX transpira história e estórias por contar. Os  quartos contam com o design e o conforto contemporâneos, mas preservam o romantismo e a arquitetura da época. O pequeno-almoço é servido no lounge das artes com uma vista interminável sobre o jardim e o pinhal, e no que diz respeito ao exterior, a arquitecta explica: “na Colina dos Piscos, a água é a única origem da matéria, por isso, todos os caudais foram reordenados, para que o fantástico lago seja o centro das atenções de todo o espaço, capaz de criar uma paisagem deslumbrante e de proporcionar ainda inúmeros momentos de lazer a crianças e adultos“.
Este local está integrado num pinhal a perder de vista, com direito a uma vinha, um  olival, um lago com cascatas e a uma envolvente deslumbrante que convida a longos passeios de bicicleta  e a caminhadas noturnas para ver as estrelas.
Aos mergulhos no lago e ao cheiro a campo que não se compra na cidade, a Colina dos Piscos junta ainda  o bom gosto e o conforto das instalações. Este oásis do descanso conta ainda com a “casa das artes”, onde  promove workshops de diversas áreas artísticas e do bem-estar, e completa a experiencia zen com o  refúgio da meditação ou massagens relaxamento, que durante o verão são feitas ao ar livre no tanque  das figueiras ou no pinhal da propriedade. Divertir os miúdos e contribuir para o descanso dos graúdos e o objectivo deste novo espaço pensado para quem quer desligar e fugir da azáfama da cidade mas a Colina dos Piscos também está preparada para receber e organizar eventos empresariais e sociais.
Foram ainda organizadas todas as áreas para criar uma simbiose perfeita entre o espaço de estúdio para as artes, o tanque das figueiras, o refúgio de meditação e todo o bosque romântico“, conta Jorge Castelão. O enquadramento artístico da Colina dos Piscos completa-se assim com o atendimento personalizado, o conforto que se quer de qualidade não esquecendo o ambiente familiar pois para Jorge e Filipa Castelão “a ideia é que toda a gente se sinta bem, descontraído e em casa“, avança o arquitecto.
Este novo espaço de Turismo Rural está próximo de diversas localidades recheadas de oferta cultural e monumentos de referência. O Convento de Cristo, em Tomar, o Monumento Natural das Pegadas de Dinossáurios, em Ourém, o Santuário de Fátima, os Mosteiros da Batalha e de Alcobaça, as Grutas da Moeda, de Santo António, ou dos Alvados, são apenas alguns dos muitos e belos locais que se pode visitar a partir da Colina dos Piscos.
Um pouco mais distante, encontram-se as praias da Nazaré, famosas pelas suas enormes ondas, tão apetecíveis para os amantes do surf. Esta é escapadinha ideal para aproveitar os raios do sol, recuperar energias e respirar cultura no meio da natureza.

 

DCIM100MEDIADJI_0093.JPG

Colina dos Piscos_Interior 8
Colina dos Piscos-Pinhal
Colina dos Piscos_lago 9

One thought on “Colina dos Piscos, um refúgio rural de charme onde as artes e a natureza se encontram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.