Coruche: Nove detidos por furto de 1500 quilos de cortiça

O Comando Territorial de Santarém, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Coruche, deteve nove homens e constituiu uma mulher arguida, com idades compreendidas entre os 30 e 51 anos, por vários crimes de furto de cortiça e máquinas agrícolas nos distritos de Santarém, Évora e Setúbal.

No âmbito de uma investigação que durou cerca de um ano, os militares da Guarda apuraram que os suspeitos usavam os furtos de cortiça e de máquinas agrícolas como modo de vida, causando grandes danos para os produtores agrícolas. Foram cumpridos 24 mandados, dos quais nove mandados de detenção, 12 de buscas em residências e armazéns e três em veículos. Do material apreendido, destaca-se o seguinte:

· Cerca de 1500 quilos de cortiça;

· 550 euros em numerário;

· 589 cartuchos e munições de vários calibres;

· 18 machados para extração de cortiça;

· Quatro armas de fogo;

· Três pistolas de alarme, uma delas transformada;

· Oito veículos automóveis;

· Um trator agrícola;

· Nove telemóveis;

· Seis tesouras para corte de ferro;

· Uma balança para pesagem de cortiça;

· Diverso material informático, bem como várias ferramentas manuais e utensílios para realização dos furtos de cortiça.

Os nove detidos já tinham antecedentes criminais relacionados com furtos, encontrando-se nas instalações da Guarda, para serem presentes durante o dia de hoje, 6 de agosto, ao Tribunal Judicial de Santarém.

Esta operação foi desenvolvida nos distritos de Santarém, Setúbal e Évora, nomeadamente nos concelhos de Coruche, Salvaterra de Magos, Benavente, Montijo, Mora e Alcochete, tendo sido empenhados 78 militares da GNR dos Comandos Territoriais de Santarém, Setúbal e da Unidade de Intervenção (UI).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.