COVID-19: Évora reforça apoio aos idosos, aos sem-abrigo e aos utentes do Cartão Social do Munícipe

A Câmara Municipal de Évora revela, em comunicado, que face à actual situação de emergência, irá reforçar o apoio aos idosos, aos sem-abrigo e aos utentes do Cartão Social do Munícipe.

O comunicado na íntegra:

Face à atual situação de emergência, a Câmara Municipal de Évora decidiu reforçar o apoio aos cidadãos mais vulneráveis, nomeadamente aos idosos, aos sem-abrigo e aos utentes do Cartão Social do Munícipe.

Neste âmbito, a autarquia tem em curso medidas adicionais de apoio, proteção e segurança dos idosos que não têm nenhuma rede de suporte. Estas ações são implementadas pela Divisão de Educação e Intervenção Social (DEIS) no âmbito do Programa Municipal de Envelhecimento Positivo e do Projeto Mais Próximo de Todos.

De entre as medidas implementadas constam o apoio a compras de produtos essenciais, como alimentos e medicamentos; apoio a contactos com Centros de Saúde e médicos, por exemplo, para obtenção de receitas, conselhos e consultas; contactos, telefónicos ou de proximidade, com idosos para combate ao isolamento e/ou resposta a necessidades; e apoio na entrega dos documentos para o Cartão Social do Munícipe.

No âmbito do Cartão Social do Munícipe foi alargado o prazo de 90 para 120 dias para entrega de despesas de saúde e é disponibilizado apoio na entrega de documentos. Haverá equipas no terreno que irão, com a devida identificação e proteção necessária, proceder à recolha de faturas e posterior pagamento atempado das comparticipações aos idosos.

Para os idosos sozinhos, e já sinalizados, foi criada uma linha telefónica onde os técnicos camarários farão pontos de situação semanal com o apoio dos técnicos da Administração Regional de Saúde e de psicólogos do Município. A equipa camarária fará a mediação com os recursos existentes na Rede do Conselho Local de Ação Social de Évora (CLASE), incluindo Juntas e Uniões de Freguesia.

Refira-se que os serviços camarários mantêm contacto com os idosos que vivem sós, e estão sinalizados através do Cartão Social do Munícipe, desde o dia 19 de Março.

No que respeita aos sem-abrigo, foi criado um plano de contingência no âmbito da Unidade de Rede do CLASE onde estão previstas rondas semanais, com uma equipa de rua, para avaliação da situação e necessidades desta população.

Os serviços de intervenção social da Câmara de Évora, em conjunto com outras entidades do Concelho, participam nessas equipas que estão no terreno, que são também acompanhadas pela Proteção Civil Municipal.

Com o apoio dos Agrupamentos de Escolas estão a ser garantidos almoços, em cantinas escolares, aos alunos do Escalão A (e outras situações de alunos com comprovada vulnerabilidade) que o solicitarem. Outras situações de vulnerabilidade deverão ser sinalizadas para a Câmara de Évora (telefone 266 777 000) que reencaminhará para a Divisão de Educação e Intervenção Social (DEIS) enquadrar e dar a resposta adequada.

Na articulação direta com a Proteção Civil e com os Agrupamentos de Escolas estão também a ser trabalhados cenários para fornecimento de refeições às equipas de saúde e de socorro e a possíveis situações de quarentena”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.