COVID-19: Santuário de Fátima fez oferta ao Serviço Nacional de Saúde

D.R./Santuário de Fátima

O Santuário de Fátima ofereceu três ventiladores ao Serviço Nacional de Saúde, revelando que esta oferta registada pelo Ministério da Saúde foi reforçada pela disponibilização de espaços já sinalizados pela proteção civil municipal.

Em nota colocada no seu site oficial, revela que “o Santuário de Fátima assegurou a compra de três ventiladores para o Serviço Nacional de Saúde e disponibilizou, desde o início da pandemia do coronavírus, um conjunto de instalações para uso da Protecção Civil Municipal”.

Acrescenta ainda de que “desde a primeira hora, o Santuário, com a discrição necessária, e sempre com espírito de serviço ao próximo, cumprindo a sua missão sócio-caritativa, uma das vertentes mais significativas da pastoral de Fátima, tem articulado a sua ação com todas as autoridades locais e nacionais da proteção civil e saúde, respetivamente, colocando ao seu dispor os meios próprios de socorro”.

Realça que é também “um período também difícil para a instituição, que desde há duas semanas tem vindo a registar uma descida acentuada do número de peregrinos, com o cancelamento de mais de centena e meia de grupos que tinham as suas peregrinações agendadas para os meses de março, abril e maio, o Santuário não poderia deixar de se associar, de forma significativa, a este esforço coletivo de contribuir para o reforço dos meios de socorro da população portuguesa, neste momento particularmente exigente quer para Portugal quer para o mundo inteiro”.

Além dos ventiladores e da cedência de espaços, o Santuário disponibilizou ainda equipamentos logísticos, como camas, colchões e outros, para uso da Proteção Civil em caso de necessidade”, acrescenta a comunicação.

Para hoje está agendada uma das celebrações religiosas mais importantes , que será a renovação da Consagração de Portugal e de Espanha ao Sagrado Coração de Jesus e ao Imaculado Coração de Maria, o que acontece pela primeira vez, em simultâneo e em conjunto nos dois países.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.