COVID-19: Trabalhadores independentes revoltados com Segurança Social

O Movimento pelos Profissionais das Artes Profissionais dá conta da exisgência da Segurança Social relativamente aos apoios sociais.

Hoje, 30 de Maio de 2020, os Profissionais das Artes Peformativas foram confrontados com mais uma situação extremamente preocupante, nos apoios da Segurança Social.

Agora, para além do trabalhador ter que declarar sob compromisso de honra que está em situação de paragem parcial ou total da actividade em consequência do surto da COVID-19, o trabalhador tem que declarar também que retoma a actividade profissional no prazo de 8 dias, após a data de reabertura declarada pelo Governo, caso a mesma tenha estado suspensa ou encerrada devido ao surto da COVID-19.

Isto quer dizer, que os Profissionais vão ficar sem qualquer apoio, a partir de Junho, uma vez que que não lhes cabe a eles, como trabalhadores dependentes de outros, regressar ao trabalho.

O Movimento pelos Profissionais das Artes Profissionais”, referem em comunicado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.