COVID-19: Turismo de Portugal muda VisitPortugal para ReadPortugal

 

Em tempos de confinamento em casa, o Turismo de Portugal convida os portugueses e o público internacional a inspirarem-se nos livros para viajarem pelo nosso país. Convida a percorrer cidades, aldeias, mares, rios e montanhas, através das histórias e das palavras dos escritores e dos poetas.

 

É tempo de ler o próximo capítulo que oferece o Melhor Destino Turístico do Mundo. É tempo de #LerPortugal, e é esta a mensagem que transmitem os diferentes suportes da campanha. Uma mensagem que se assume como um estímulo para conhecer mais sobre Portugal e a sua literatura, num tempo em que não se pode viajar fisicamente pelo país.

 

Com esta campanha, o Turismo de Portugal quer continuar a estar presente e apoiar as pessoas que estão em casa, oferecendo motivos de sonho e de esperança num novo tempo, numa sequência natural da campanha #CantSkipHope, lançada a 20 de março. Por isso, por agora, o convite é para ficar em casa, ler e procurar inspiração nos livros para mais tarde conhecer ou reencontrar as paisagens literárias e os locais eleitos por escritores e poetas.

O primeiro filme que foi lançado põe em diálogo alguns enxertos de obras de Fernando Pessoa, Luís de Camões, Florbela Espanca, Eça de Queiroz, Sofia de Mello Breyner e José Saramago, com uma sugestão impressiva de imagens do nosso país. Numa clara alegoria a um país que está por detrás das palavras dos seus autores e onde essas palavras são o passaporte para, no futuro próximo, se poder desvendar Portugal.

Esta linha de comunicação terá outras declinações, abrangendo outros escritores e poetas, nacionais e estrangeiros, que se inspiraram em Portugal para criarem as suas obras. E que agora, mais do que nunca, são a inspiração para viajarmos para Portugal, estando em casa.

Com criatividade da Partners, a campanha deverá crescer até ao final deste ano, prevendo-se ainda o envolvimento e colaboração dos diferentes públicos, num movimento único em volta da literatura, da poesia e das viagens.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.