Cristina Ferreira justifica regresso à TVI: “Tenho mamas e uma vagina”

A apresentadora trocou a SIC pela TVI, em julho, depois de um ano e meio de liderança com o ‘Programa da Cristina’.

E num artigo escrito por ela explicou o que a levou a regressar à “casa-mãe”. Segundo Cristina, já tinha feito tudo em Carnaxide. “E bem feito”. Por isso, “poderia ali ficar mais 20 anos”, mas a “sensação de profunda felicidade, desassossego”, não existiriam.

Desculpem-me ser ambiciosa, gananciosa, sedenta de poder e traidora (assim foi apelidada a minha mudança de estação). Por mais adjetivos que me atribuam, eu só tenho uma palavra para a definir: certeza. Eu tinha a certeza de que isto ia acontecer, talvez mais tarde, mas chegou agora“, defendeu-se.

É ambição? É. Vou ganhar mais dinheiro? Vou. Tenho mais poder? Tenho. E sabem que mais? Sou mulher”, acrescentou. “A nenhum homem, quando muda, são atribuídas as palavras ganância, traidor ou sedento de poder. Num homem, é crescimento”, criticou.

Por fim, revelou ainda que também há quem diga que ela teve “uns grandes tomates”. Sobre isto, Cristina Ferreira quis fazer uma correção. Não são “tomates” que ela tem. “Tenho mamas e uma vagina“, rematou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.