Diogo Faro dispara contra apoiantes do Chega: “Ficava a ler tudo com uma jola na mão e uma pila na outra, só para curtir”

O humorista Diogo Faro voltou a abordar a proposta chumbada na convenção do Chega, sobre ‘retirar ovários‘ a mulheres que abortassem no SNS.

Depois de várias publicações nas quais atacou a proposta, além da ideologia do partido, o humorista hoje voltou ao tema.

Eu pagava para ver a cara, e ouvir ou ler a reacção, de toda a gente que veio dizer que “és um burro, a proposta foi chumbada, foram só 59 delegados que votaram a favor, em 241” (como se isto não fosse gravíssimo por si só), caso a proposta fosse antes de capar os machos que engravidassem uma mulher e não quisessem que a criança nascesse. Pagava para ver o mabarismo nos argumentos, e ficava a ler tudo com uma jola na mão e uma pila na outra, só para curtir.
E como já disse, os outros querem reverter a lei do aborto, está no programa. Se os defendem, defendem isso. Mais vale assumirem logo que são contra o aborto porque acham que o útero de cada mulher é proriedade vossa, e escusam de estar a tentar disfarçar e defender a facharia 🙃“, escreveu na sua conta oficial de Instagram.

View this post on Instagram

Eu pagava para ver a cara, e ouvir ou ler a reacção, de toda a gente que veio dizer que "és um burro, a proposta foi chumbada, foram só 59 delegados que votaram a favor, em 241" (como se isto não fosse gravíssimo por si só), caso a proposta fosse antes de capar os machos que engravidassem uma mulher e não quisessem que a criança nascesse. Pagava para ver o malabarismo nos argumentos, e ficava a ler tudo com uma jola na mão e uma pila na outra, só para curtir. E como já disse, os outros querem reverter a lei do aborto, está no programa. Se os defendem, defendem isso. Mais vale assumirem logo que são contra o aborto porque acham que o útero de cada mulher é propriedade vossa, e escusam de estar a tentar disfarçar e defender a facharia 🙃

A post shared by Diogo Faro (@diogofaroidiota) on

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.