Dois detidos pelo crime de incêndio florestal, em Grândola

 

O Comando Territorial de Setúbal, através do Núcleo de Protecção Ambiental, ontem, dia 10 de setembro, deteve um homem e uma mulher com 41 e 23 anos, pelo crime de incêndio florestal, em Grândola.

Após ter sido comunicado o alerta de um incêndio florestal por parte da população, prontamente os militares do Núcleo de Protecção Ambiente e do Posto Territorial de Grândola deslocaram-se para o local, sendo que chegados ao local, os militares dirigiram-se ao possível ponto inicial de foco de incêndio onde, momentos depois, foi possível avistar os suspeitos e proceder à detenção dos mesmos.

A possível causa do incêndio estará na utilização de um veículo agrícola equipado com um roça-mato, sendo que o mesmo ficou destruído pelo incêndio. Do incêndio resultou uma destruição de cerca de 40 hectares de mato (sobreiros, azinheiras, eucaliptos e mato), colocando uma habitação em risco.

Os suspeitos foram detidos e constituídos arguidos, e os factos remetidos ao Tribunal Judicial de Grândola.

A acção contemplou ainda o empenhamento de militares do Posto Territorial do Torrão e da Secção de Policiamento Comunitário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.