elvas1

 

Nuno Mocinha, presidente da Câmara Municipal de Elvas (CME), declarou hoje, no salão nobre dos Paços do Concelhos, que a cidade Património Mundial vai ser equipada com uma rede wifi gratuita.

 

 

O wifi gratuito vai ficar disponível em mais áreas, para além da Praça da República, com um roteiro próprio que os turistas costumam fazer”, o que representa “um passo mais para aquilo que queremos: ser uma smart city.”

 

 

As declarações foram proferidas durante a apresentação dos projetos wifi em Centros Históricos e Portugal Heritage, no âmbito do lançamento da Semana do Turismo.

 

 

Um significado que não podemos deixar de agradecer”, referiu o autarca sobre a escolha da cidade de Elvas para a ocasião.

 

 

O projeto de linha de apoio a projetos wifi em Centros Históricos foi apresentado por Luís Araújo, presidente do Turismo de Portugal, que explicou que o objetivo “é dotar os Centros Históricos e as zonas de maior afluxo de turistas, de acesso wifi, maximizando a sua experiência em Portugal”, para o qual existe uma dotação de um milhão de euros.

 

 

“O perfil do turista mudou radicalmente, é hoje mais exigente e mais informado, devido aos sistemas de informação que temos ao dispor”, sublinhou o presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo / Ribatejo, Ceia da Silva, justificando a aposta nesta tecnologia.

 

 

Ceia da Silva aproveitou a ocasião para destacar o “excelente trabalho que tem vindo a ser feito em Elvas”, apontando que não tem dúvidas que o concelho da cidade Património Mundial “vai ser o concelho do Alentejo que mais vai crescer nos próximos 10 anos”.

 

 

O trabalho que a CME tem vindo a desenvolver foi também enaltecido por Ana Mendes Godinho, secretária de Estado do Turismo, referindo que “Elvas tem apostado muito na inovação turística e na valorização do seu património”.

 

 

Os constantes desafios e argumentos que o município elvense tem apresentado ao Turismo de Portugal foi, segundo Ana Mendes Godinho, o aspeto fulcral para a escolha da cidade para arrancar com este projeto.

 

 

Elvas tem sido uma cidade parceira em tudo e foi por isso, que cremos que este era o projeto indicado para ser iniciado em Elvas”, justifica e acrescenta que a cidade “pode ser um cartão de visita do que fantástico Portugal tem para oferecer, em termos de pessoas, gastronomia, de património e hospitalidade”.

 

 

Os projetos hoje apresentados em Elvas, para além da promoção de destinos inteligentes em Portugal, são também, segundo Luís Araújo, uma forma de “estimular as empresas a inovar na relação com o cliente e no desenvolvimento de novos produtos e serviços”.

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6389 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.