Enfermeiro português masturbou-se ao lado de um doente que tinha acabado de morrer

O Conselho de Enfermagem e Obstetrícia britânico (órgão equivalente à Ordem dos Enfermeiros no Reino Unido) suspendeu um enfermeiro português, que trabalhava no Great Western Hospital, devido a importunação de colegas de trabalho.

O enfermeiro importunava os colegas via sms e também no horário de trabalho.

O Correio da Manhã informa que “uma das ofendidas relata um episódio ocorrido no verão de 2017. Conta que o enfermeiro se masturbou ao lado de um doente que tinha acabado de morrer” .

Pediu-me para fazer a cama com ele. Fui, ele fechou o quarto e a cortina. Tirou o pénis para fora e começou a masturbar-se. Perguntou-me se eu queria brincar ou preferia ver”, revelou a ofendida ao tribunal dos enfermeiros, acrescentando que, “enquanto ele [enfermeiro] fazia o jogo doentio” ao lado, “estava o paciente morto”. O enfermeiro, segundo o relato, ejaculou para uma toalha e atirou-a para o cadáver, revela ainda o CM.

A suspensão de 18 meses foi decretada há quase um mês.

Mas há ano e meio que o enfermeiro já não estava ao serviço, pois quando foi aberta a investigação foi também suspenso pelo hospital.

O regulador descreve o português como um “sério risco” para colegas do sexo feminino.

Acrescentar ainda que o enfermeiro não compareceu na audiência, enviou email ao Conselho pedindo para não ser incomodado e revelou que estava a trabalhar em Portugal há 18 meses.

Ao CM, a Ordem dos Enfermeiros garante só ter recebido a decisão do Conselho de Enfermagem britânico “há cerca de uma semana”. Por esta razão, o caso está em apreciação“, revela ainda o CM.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.