Todas quartas-feiras do mês de setembro no canal História vão ser dedicadas aos Templários. A partir das 21:30, os espetadores poderão assistir ao Especial Templários, uma programação que vai desvendar os segredos da Cristandade e do período dos Templários e das suas cruzadas. 

 

Recorrendo a tecnologia recente para descobrir os mistérios do passado, as duas novas séries do História: “Templários e o Santo Graal” e “Território Templário” vão responder às perguntas da Humanidade sobre um dos períodos mais lendários e misteriosos de sempre. 

 

 

  

TEMPLÁRIOS E O SANTO GRAAL 

Os Cavaleiros Templários eram a força de combate mais poderosa e secreta da Idade Média. Eram os sagrados guerreiros de Deus e os lendários defensores do Santo Graal… até terem desaparecido de um dia para o outro. Dois antigos soldados, Mikey Kay e Garth Baldwin, dão início a uma investigação revolucionária, usando táticas militares e tecnologia para resolver um mistério com 700 anos. O que terá acontecido aos Cavaleiros Templários? Será que foram todos dizimados em 1307, como reza a História? Ou será que levaram a cabo a maior fuga de sempre para levarem consigo o Santo Graal? 

 

Quartas-feiras em Setembro, às 21:30 

 

 

CIDADE SANTA, SANTO GRAAL 

Foi iniciada uma nova investigação no verdadeiro destino dos Cavaleiros Templários. Será que a Ordem desapareceu realmente em 1307? Ou será que os poderosos Cavaleiros continuaram a viver em segredo, como sugerem algumas provas? A equipa começa a investigação na cidade santa de Jerusalém, o epicentro do poder dos Templários. Exploram túneis e um esconderijo dos Templários que pode ter sido usado para fazer escoar as relíquias sagradas para um local seguro durante a queda da cidade. 

Quarta-feira, 5 Setembro, às 21:30 

 

O ÚLTIMO REDUTO NA TERRA SANTA 

A investigação sobre os Cavaleiros Templários e a hipótese de a Ordem ter continuado a viver em segredo bem depois do fim oficial em 1307 leva a equipa até à cidade ancestral de Acre, onde foi construída uma das redes de túneis mais complexas do mundo há séculos. As novas tecnologias revelam uma sala secreta misteriosa e, depois, a pista de provas leva a equipa até à ilha de Chipre, onde os Templários podem ter levado a cabo uma missão secreta. 

Quarta-feira, 12 Setembro, às 21:30 

 

 

SOBREVIVER AO FIM  

Munida com o conhecimento sobre dois séculos de estratégias de sobrevivência e táticas de batalha dos Templários, a equipa vira as atenções para o derradeiro momento: o fim da Ordem em 1307. Durante a sua investigação, encontram provas de uma operação de “contrabando” Templária, levada a cabo para salvar os tesouros e relíquias antes daquela fatídica sexta-feira 13, quando todos os Cavaleiros que se encontravam em França foram detidos. Símbolos Templários codificados levam a equipa até um misterioso mosteiro em Espanha que pode conter provas sobre a derradeira sobrevivência dos Cavaleiros como organização secreta. 

Quarta-feira, 19 Setembro, às 21:30 

 

TERRA DE SEGREDOS  

Sete anos depois do alegado fim dos Templários, surgem sinais de que os Cavaleiros estão a reerguer-se em Portugal. A equipa investiga um plano clandestino para reinstaurar os Templários sob uma nova designação e as táticas à medida que esta “segunda versão dos Templários” consolida serenamente o poder e traça planos para se expandir pelo mundo. 

Quarta-feira, 26 Setembro, às 21:30 

 

 

TERRITÓRIO TEMPLÁRIO 

Uma produção produzida pelo HISTÓRIA, em Espanha, em parceria com a Diputación de Castellón que percorre os locais de passagem dos templários pela Península Ibérica, como Maestrazgo, Culla e Peñíscola, cidades que se encontram na província de Castellón, pretendendo divulgar o rico património que existe. De todos os recantos da Cristandade, foi no Maestrazgo onde se registou a maior concentração de mistérios templários. Comendas, aldeias e castelos poderiam passar desapercebidos se não tivessem sido pretendidos pelos Templários durante décadas. Alguns foram conquistados, outros foram alvo de um intercâmbio e os restantes foram comprados. E com o desaparecimento dos Templários, foram os seus sucessores materiais – a Ordem da Montesa – que os herdaram. Magia, alquimia, caminhos iniciáticos, virgens negras… Coincidência? Reis, cavaleiros, mercenários e caçadores de tesouros permitir-nos-ão descobrir tudo… 

 

Quarta-feira, 26 Setembro, a partir das 22:55 

 

O ÚLTIMO CASTELO TEMPLÁRIO  

Um castelo sobre o mar, no outro extremo do Mediterrâneo, onde se encontra a Terra Santa, uma fortaleza que também foi o mosteiro de uns monges guerreiros… Peñiscola, o último castelo Templário, adquirido e construído durante os 13 anos anteriores ao seu fim… Enfim, falar de Peñiscola e dos Templários é falar de alquimia, de magia, de conhecimentos proibidos e de lendas relativamente ao fim dos Templários e das suas riquezas. Será que os Templários já sabiam do seu posterior desaparecimento? 

Quarta-feira, 26 Setembro, às 22:55 

  

CULLA, A ANSIADA POSSE TEMPLÁRIA 

1303… Os domínios cristãos na Terra Santa estavam perdidos há mais de uma década quando Jacques de Molay, o Grande Mestre da Ordem dos Templários, voltou a França para organizar uma nova Cruzada. Faltavam recursos e apoio, mas preferiram pagar bem para comprar Culla e os seus arredores no Alto Maestrazgo. Era um território agreste e escassamente produtivo, mas rico em lendas e em energia telúrica. Qual seria o objetivo da Ordem dos Templários? Será que valia a pena investir tanto em troca de tão pouco? 

Quarta-feira, 26 Setembro, às 23:35 

 

 

 

Em outubro …. às segundas-feiras, pelas 22:55 

CHIVERT, O CASTELO DA FRONTEIRA 

Jaime I, o Conquistador, um dos reis que mais tempo esteve no trono de Espanha, deu-nos a conhecer a sua história em “El Llibre dels Fets”. Há feitos que não são relatados para não desprestigiar os seus triunfos e por respeito aos Templários, que o protegeram, o criaram e o acompanharam na conquista do seu reino. A eles, Jaime ofereceu Chivert e outros bens para que controlassem a fronteira, mas os interesses dos Templários eram outros. O silêncio de um rei pode chegar a esconder verdades incómodas… A questão é porquê e para quem. 

Segunda-feira, 1 de Outubro, às 22:55 

 

MONTESA, O RENASCIMENTO DOS TEMPLÁRIOS 

Com o desaparecimento da Ordem dos Templários, a Igreja, a nobreza, o rei e outras ordens peninsulares desejavam tirar proveito de tudo o que lhes tinha pertencido. Jaime II intercedeu para que fosse uma nova ordem, a Ordem de Montesa, a ser a sua herdeira por direito. OS bens dos Templários foram divididos e todos os desejados e muito ansiados durante décadas – na região de Maestrazgo – foram parar às mãos da Ordem de Montesa. Controlo territorial, controlo económico ou algo mais? Quais eram os interesses por detrás da herança templária? 

Segunda-feira, 8 de Outubro, às 22:55 

 

DE OCCITÂNIA A MAESTRAZGO 

Não só houve Cruzadas no Oriente e nem sempre o Cristianismo ergueu as suas armas contra o Islão. No início do século XIII, Inocêncio III aprovou uma cruzada contra as povoações occitanas, acusadas de heresia. Aquelas terras pertenciam à Coroa de Aragão e as suas povoações procuraram refúgio no Maestrazgo. Lá foi parar o último e perfeito cátaro. Aquelas terras pertenciam aos Templários e os reis contradiziam as ordens do Papa. Porquê defender uma heresia? Porquê naquela região? 

Segunda-feira, 15 de Outubro, às 22:55 

 

MISTÉRIOS TEMPLÁRIOS EM TERRAS DO LEVANTE 

Uma pedra com inscrições, caminhos iniciáticos, Virgens negras, um Graal e uma heresia… Desde o seu desaparecimento, o fim dos Templários tem estado envolto num mistério tão grande que quase não dá para acreditar… No entanto, muitas destas incógnitas fascinaram todo o tipo de pessoas, desde investigadores a curiosos caçadores de tesouros, sempre em busca de riquezas e respostas. Se houve realmente Templários em Maestrazgo, também existem mistérios… 

Segunda-feira, 22 de Outubro, às 22:55 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.