Ex-modelo acusa Trump de assédio sexual: “Ele enfiou a língua na minha garganta”

A ex-modelo Amy Dorris acusou o presidente dos Estados Unidos da América, Donald Trump, de assédio sexual.

Tudo terá acontecido em 1997, num torneio de ténis, quando a ex-modelo foi surpreendida por Trump que a terá empurrado contra a parede à saída da casa de banho, na zona vip.

Ele enfiou a língua na minha garganta enquanto eu o tentava empurrar. Mas ele agarrava-me e eu não me conseguia soltar. Tinha as mãos dele pelo meu corpo, apalpava-me o rabo, os seios, tudo”, disse, explicando que na altura sentiu-se “doente” e “violada“.

Depois de muitos anos remetida ao silêncio, diz que foram as filhas que a levaram a falar: “Elas vão fazer 13 anos e quero que vejam que a mãe tentou fazer alguma coisa para impedir que, no futuro, este tipo de comportamentos se repitam.

Recordou que tinha conhecido Trump há poucos dias quando foi convidada para passar um fim de semana com o namorado em Nova Iorque.

“Ele veio direito a mim de uma forma muito decidida e firme. Como alguém que sente que pode fazer aquilo que bem lhe apetece. Mesmo que na altura eu estivesse com o meu namorado”, disse.

Explicou que pediu a Trump várias vezes para parar.

Trump já negou as acusações, através dos advogados.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.