“Familias Vintage” regressa ao Jornal da Noite, na SIC

siclogo

 

A rubrica ‘Famílias Vintage’ regressou na semana passada ao ‘Jornal da Noite’ para contar a história das famílias que há gerações imprimem a sua marca no sector do vinho em Portugal.  O ‘Jornal da Noite’ foi conhecer as vivências marcantes de cinco famílias que desde há gerações fazem a diferença num sector consagrado no país.

 

 

As reportagens atravessam várias regiões: Madeira, Bairrada, Península de Setúbal e Douro.

 

 

São partilhados testemunhos de gentes que ao longo de décadas têm conseguido manter o domínio de marcas e terras. Um caso de devoção e paixão por lugares e um património natural português. Uma aventura permanente entre a prosperidade e a ameaça de ruína. Estas reportagens revelam um lado desconhecido de alguns dos nomes mais influentes no sector do vinho em Portugal.

 

 

A abrir esta série esteve a família Blandy. Ingleses que chegaram à Madeira há 200 anos e nunca mais abandonaram a ilha.

 

 

Também na Madeira uma família portuguesa conseguiu afirmar-se como uma referência mundial em vinho Madeira. À frente da Barbeito está Ricardo Freitas que segue as pisadas do avô Mário e da mãe Manuela, uma das primeiras mulheres do vinho em Portugal. Graças a uma parceria japonesa, Ricardo Freitas conseguiu recuperar a Barbeito e salvar a sua aliança com 130 viticultores, que há decadas trabalham com a sua família.

 

 

Também a família Soares Franco é herdeira de uma marca ímpar. Descendente de José Maria da Fonseca, ainda hoje produzem o primeiro vinho tinto engarrafado em Portugal. O Periquita é uma referência do país e da Península de Setúbal. A sexta e sétima gerações da família convivem na José Maria da Fonseca e entre adegas e quintas seculares recordam os episódios mais marcantes da sua história.

 

 

Luís Pato é conhecido entre os enólogo mundiais como o Mister Baga. Embaixador maior da Bairrada é um dos maiores defensores da baga, casta raínha da região.

 

 

Luís Pato, o criador rebelde de vinho, já passou a sua irreverência para as filhas. A inovação e arrojo está-lhes no sangue.

 

 

No Douro encontra-se um senador do vinho. João Nicolau de Almeida é filho de Fernando Nicolau de Almeida, o criador do Barca Velha e considerado por muitos como um dos mais geniais enólogos portugueses. A história da família Nicolau de Almeida confunde-se com a história do Vinho do Porto e do Douro.

 

 

Após 40 anos de trabalho na Ramos Pinto, João Nicolau de Almeida aposta agora no seu projeto pessoal, onde a partir de um monte no Douro quer com os filhos fazer história nos vinhos de mesa.

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6682 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.