Felgueiras e Amarante: 33 identificados e dois detidos em desmantelamento de rede ilegal de jogo

O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação Criminal de Felgueiras, ontem, dia 2 de Dezembro, deteve dois homens de 41 e 42 anos, por jogo ilegal, nos concelhos de Felgueiras e Amarante.

Na sequência de uma investigação que durou cerca de dois anos, foi possível apurar que os suspeitos faziam parte de uma rede ilegal de jogo, e que utilizavam uma plataforma online para angariar clientes que, posteriormente, fariam as suas apostas na mesma, conferindo uma percentagem das apostas aos cabecilhas da rede. O dinheiro ganho nestas apostas era dissimulado através de stands de automóveis, e agências imobiliárias, de forma a encobrir a proveniência dos bens obtidos através do jogo ilegal.

 

No decorrer das diligências foi dado cumprimento a 22 buscas, nomeadamente 12 domiciliárias, e 20 em cafés, stands de automóveis e agências imobiliárias, que resultou na apreensão do seguinte material:

· 58 dispositivos de acesso ao jogo ilícito, entre os quais computadores, tablets, telemóveis, máquinas de jogo e periféricos;

· 17 routers;

· Duas viaturas;

· Uma arma de fogo;

· 15 493 euros em numerário.

 

Além dos mandados de busca, foi cumprido um mandado de detenção que culminou na detenção de um dos suspeitos, sendo que o outro suspeito foi detido em flagrante enquanto se encontrava a recolher o dinheiro de apostas. Ainda foram ainda identificadas 26 homens e sete mulheres, com idades compreendidas entre os 25 e os 70 anos, por envolvimento nos crimes em investigação.

Dos dois detidos, um foi restituído à liberdade e outro, com antecedentes criminais pela prática de jogo ilegal, permanece nas instalações da GNR até ser presente, amanhã, dia 4 de Dezembro, ao Tribunal de Judicial de Marco de Canaveses, para aplicação das medidas de coação.

Esta operação contou com o reforço do Serviço de Regulação e Inspecção de Jogos e dos Comandos Territoriais de Aveiro, Braga e Vila Real.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.