Festival da Canção está de regresso. Quem será o próximo vencedor?

festival da cançao

 

No ano em que a RTP comemora 60 anos de emissões regulares, o Festival da Canção volta a ser realizado. A última edição, que aconteceu em 2015, teve como vencedora Leonor Andrade com o tema “Há um mar que nos separa”.

 

 

A apresentação à imprensa aconteceu a 02 de Fevereiro, no Coliseu dos Recreios, e contou com a presença dos compositores e intérpretes dos 16 temas a concurso. A grande final vai acontecer na mítica sala lisboeta a 05 de Março.

 

 

Nessa noite, para além da escolha do representante português que se vai deslocar até Kiev (Ucrânia), vão ser comemorados os 60 anos do canal e serão relembramos algumas das figuras que marcaram a televisão em Portugal através do som, vídeo e imagem.

 

 

Este festival faz retornar o Festival da Canção e é o ponto alto das comemorações dos 60 anos da RTP. Vamos transformar a final do Festival da Canção ainda maior se possível“, conta o director de programas da RTP, Daniel Deusdado.

 

 

A grande final do Festival da Canção 2017 vai realizar-se no dia 05 de Março no Coliseu dos Recreios e vai ser apresentado por Catarina Furtado e Sílvia Alberto. A dupla de apresentadoras vai ser responsável pela condução da final e da celebração dos 60 anos da estação pública. “Tudo o que a RTP pode e sabe fazer a nível de eventos vai ser feito neste dia“, diz Daniel Deusdado que acredita que esta será uma edição inesquecível.

 

 

Em 60 anos de história, 51 de transmissão do Festival da Canção que em anos anteriores fazia parar o país e juntava famílias inteiras em redor da “caixinha mágica”, muitos foram os nomes que passaram pelo evento. O vencedor da primeira edição foi António Calvário com o tema “Oração”. Desde então, vários foram os nomes que passaram pelo palco do maior certame de música portuguesa. Paulo de Carvalho, Simone de Oliveira, As Doce, Sara Tavares, Lúcia Moniz e, mais recentemente, Vânia Fernandes são alguns dos nomes incontornáveis para os “amantes” do Festival da Canção. 

 

 

 

Já em 2017, Deolinda Kinzimba (vencedora da terceira edição do “The Voice Portugal”), Kika (que vai participar com o trio “Viva La Diva”), Rui Drumond (que regressa ao Festival da Canção 12 anos depois) ou Lena D’Água (nome incontornável no panorama musical português) são algumas das vozes que poderão ser ouvidas nas duas semifinais. Estas acontecem nos dias 19 e 26 de Fevereiro, domingos, nos Estúdios da RTP e vão ser transmitidas em horário nobre. Em cada uma das semifinais estarão a concurso 8 temas. 

 

 

A primeira semifinal vai acontecer a 19 de Fevereiro e vai contar com as interpretações de artistas como: Márcia (“Agora”, com letra e música de Márcia), Golden Slumbers (“Para Perto”, com música e letra de Samuel Úria), Fernando Daniel (“Poema a Dois”, música de Nuno Feist), Deolinda Kinzimba (“O Que Eu Vi Nos Meus Sonhos”, música de Rita Redshoes), Rui Drumond (“O Teu Olhar”, com música e letra de Héber Marques), Salvador Sobral (“Amar Oelos Dois”, com música e letra de Luísa Sobral) e os Viva La Diva (“Nova Glória”, com música e letra de Nuno Gonçalves). Os apresentadores serão Sónia Araújo e José Carlos Malato.

 

 

A segunda semifinal acontece a 26 de Fevereiro e vai contar com as actuações dos intérpretes: David Gomes (“My Paradise”, com música de Toli César Machado), Lena D’Água (” Nunca Me Fui Embora”, música e letra de Pedro Silva Martins), Beatriz Felício (“Ao Teu Olhar”, com música e letra de Jorge Fernando), Pedro Gonçalves (“Don’t Walk Away”, com música de João Pedro Coimbra), Helena Kendall (“Andamos No Céu”, com música e letra de João Só), Celina da Piedade (“Primavera”, com música e letra de Celina da Piedade e Alex Gaspar), Jorge Benvinda (“Gente Bestial”, com música e letra de Nuno Figueiredo) e Inês Sousa (“Se O Tempo Não Falasse”, com música e letra de Noiserv). Os apresentadores serão Tânia Ribas de Oliveira e Jorge Gabriel.

 

 

Para as semifinais haverá um júri constituído por grandes figuras do universo mediático e musical, sendo o presidente do júri Júlio Isidro. O apresentador conduziu a edição de 2015 do Festival da Canção.

 

 

Nestas semifinais também haverá uma actuação especial que vai revisitar as grandes canções do festival que ficaram no imaginário dos portugueses e na grande final vão ser interpretados os temas vencedores das edições anteriores. As actuações vão tocar a cargo do Real Combo Lisbonense e de Francisco Rebelo, dos “Orelha Negra”.

 

 

Para a edição de 2017 do Festival da Canção foram convidados compositores e intérpretes de diferentes gerações e que são reconhecidos pelos seus pares, como é o caso de João Só que participa no evento pela terceira vez ou Luísa Sobral que é a compositora do tema “Amar pelos dois”, que vai ser interpretado por Salvador Sobral.

 

 

O festival ao longo do tempo tem sido um retrato do mercado musical“, disse o CEO da RTP, Gonçalo Reis. Ao longo dos anos o Festival da Canção serviu como rampa de lançamento para nomes como Sara Tavares ou Lúcia Moniz, até ao momento a melhor classificada portuguesa na Eurovisão onde obteve o sexto lugar.

 

 

Para a idealização deste novo conceito do Festival da Canção foi criado um fórum, como conta Gonçalo Reis “Houve o cuidado de reunir uma série de pessoas que estiveram ligadas ao Festival. Foram reunidas numa espécie de fórum para que se ouvissem todas as suas ideias”. Uma das pessoas convidadas a fazerem parte deste grupo foi o jornalista Nuno Galopim.

 

 

A primeira semifinal do Festival da Canção acontece a 19 de Fevereiro e pode ser vista na RTP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.