Filho de Sousa Cintra foi detido após tentar atear fogo à casa de um vizinho

O Correio da Manhã avança com a detenção do filho de Sousa Cintra, Miguel Sousa Cintra por atear fogo à casa.

Um dia depois de ter sido detido por se barricar e disparar contra uma máquina no Algarve, o filho do ex-dirigente do Sporting José Sousa Cintra voltou a ser detido por atear fogo à casa de um casal vizinho. Só que desta vez ficou mesmo em prisão preventiva e será submetido a perícia médica, segundo o Correio da Manhã.

Na madrugada desta quinta-feira, em Vila do Bispo, Miguel Sousa Cintra foi visto pelos vizinhos, pelas 00:30, a “fumar e a lançar um depósito de gasolina”.

Assim, quando os vizinhos se aperceberam, já eram visíveis as chamas noutro foco de incêndio junto da casa.

“Bati na janela para ele fugir e ele atirou um segundo depósito em direção à janela”, contou o dono da casa ao CM. O homem de 51 anos terá ainda atirado um terceiro recipiente com gasolina para a casa.

O vizinho conseguiu ele próprio apagar o primeiro foco de incêndio e evitar que as chamas alastrassem.

Miguel Sousa Cintra fugiu para sua casa, onde acendeu uma fogueira e onde acabaria por ser detido pela GNR.

O Correio da Manhã refere que foi encontrado pelos guardas com uma faca de cozinha na mão e acusou uma taxa superior a 2,0 g/l de álcool no sangue.

Foi-lhe aplicada medida de prisão preventiva após apresentação ao juiz.

A família requereu ao tribunal que o homem seja internado compulsivamente. O advogado Carlos Bicheiro adiantou ao CM que Miguel Sousa Cintra “será submetido a uma perícia médica para avaliar o seu internamento”.

Ele é uma pessoa doente que se transfigura quando consome bebidas alcoólicas”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.