GNR apreendeu 37 toneladas de sardinha em 10 dias

 

A Guarda Nacional Republicana (GNR), através da Unidade de Controlo Costeiro, durante a época de captura da sardinha, que decorreu entre 03 de Junho e 12 de Outubro, apreendeu cerca de 37 toneladas de sardinha, em todo o território nacional.

A sardinha (Sardina pilchardus) é um recurso de interesse estratégico para a pesca portuguesa, para a indústria conserveira e para as exportações de produtos da pesca e do mar, assumindo uma particular relevância em termos socioeconómicos em várias comunidades piscatórias, tendo sido decretado, a partir do passado dia 12 de Outubro de 2019, o encerramento da época de pesca da sardinha.

A GNR, enquanto Polícia Ambiental Nacional, tem procurado garantir que este, e outros recursos, devam ser explorados de modo a garantir, no longo prazo, a sustentabilidade ambiental, económica e social da pescaria, dentro de uma abordagem de precaução, definida com base nos dados científicos disponíveis, procurando-se, simultaneamente, assegurar os rendimentos da pesca aos seus profissionais. Para garantir as quotas de pesca definidas, os militares realizaram uma série de acções de controlo e fiscalização que culminaram na apreensão de 36 908 quilos de sardinha, maioritariamente por infracções de excesso de quota diária de pesca e por fuga à lota.

Importa salientar que da totalidade da sardinha apreendida, mais de 28,5 toneladas foram doadas a instituições de solidariedade social.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.